publicidade

O 1º Fórum das Associações de Torres Vedras arranca hoje no Pavilhão Multiusos da Expotorres. A mostra, que decorre até Domingo, pretende dar a conhecer o movimento associativo torriense e conta com a representação de 76 associações. “Que seja um fim-de-semana diferente, que possa contribuir para o engrandecimento da nossa comunidade” explica Carlos Bernardes, Presidente da Câmara Municipal de Torres Vedras. “Acima de tudo, é um ponto de encontro entre aquilo que é o trabalho desenvolvido entre as várias associações do nosso concelho, que estão distribuídas pelas 13 freguesias e que são de uma diversidade ímpar.”

Uma diversidade que se reflecte na programação dos próximos três dias. “Este fórum tem um papel importante enquanto evento dedicado às famílias. Estamos no início do ano lectivo, os horários escolares estão definidos, e as famílias procuram sempre actividades para os seus filhos” explica Carlos Bernardes, com o espaço dedicado à Associação Dramática e Recreativa das Carreiras como pano de fundo. Oficinas de artes circenses, yoga, demonstrações de karaté ou esgrima, sketchs teatrais, boccia, passeios pedestres e palestras são algumas das actividades previstas. Um programa “muito intenso e vastíssimo” que se distribui por dois palcos e que conta, ainda, com actividades no exterior do pavilhão e com iniciativas paralelas organizadas por associações como a Estufa, a Associação de Estudos Subterrâneos e Defesa da Natureza, o Académico de Torres Vedras e os Gaiteiros da Freiria. “As associações têm um papel muito importante e relevante na sociedade torriense.”

“É relevante para que possamos, a partir de agora, ter um evento que possa contribuir para a coesão territorial e para a dinamização das nossas associações” diz o autarca sobre o certame que teve inspiração em Villenave-d’Ornon, o município francês geminado com Torres Vedras e que organiza “uma iniciativa similar de há alguns anos a esta parte.” A iniciativa, promovida pela Câmara Municipal de Torres Vedras e pela Promotorres, deixa a organização “expectante.” O líder do Executivo Municipal diz que está “convencido de que vai ser um evento a que os torrienses irão aderir” e lembra que o Pavilhão Multiusos foi recentemente renovado, “nomeadamente ao nível dos pavimentos e pinturas. É um equipamento que queremos que tenha vida todo o ano.”

Carlos Bernardes e o 1º Fórum das Associações: "Todos os que participam no movimento associativo são cidadãos que contribuem para a cidadania"

 

Um fórum com “futuro risonho”

“Hoje Torres Vedras deve ser um dos territórios onde o movimento associativo é dos mais fortes e do mais diversificado que podemos imaginar” avança Carlos Bernardes, que faz um retrato “francamente positivo” do movimento associativo torriense. E lembra que “este ano são os 40 anos do Poder Local, que teve aqui um papel muito importante na criação do movimento associativo.” É que, como explica, “se é importante uma associação centenária, também é importante uma jovem associação que nos procura e que apresenta o seu projecto.”

Na preparação deste primeiro Fórum das Associações de Torres Vedras, os rostos “anónimos” que dão corpo às associações também não são esquecidos. O Presidente da Câmara Municipal deixa “uma palavra de apreço a todos aqueles que são dirigentes associativos e que dão o seu melhor em prol da sua associação e da sua comunidade”, sublinhando que “todos os que participam no movimento associativo são cidadãos que contribuem para a cidadania.”

E se este ano a mostra conta com 76 representações, Carlos Bernardes não nega que gostava de elevar a fasquia. “Esperamos que no próximo ano sejam mais. Estou convencido de que vai ser a primeira experiência de muitas em prol do movimento associativo, mas também em prol da promoção da economia social e da relação do mundo associativo com a nossa sociedade.” Isto porque, ainda antes do arranque, o Fórum das Associações de Torres Vedras já “tem tudo para ter um futuro risonho.”

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.