7 casos ativos de covid-19 no Centro Hospitalar do Oeste
publicidade

O Conselho de Administração confirmou hoje a existência de um surto de COVID-19 no Centro Hospitalar do Oeste (CHO). O primeiro caso foi detetado na segunda-feira, 7 de dezembro, perante o resultado positivo de um doente internado, que tinha testado negativo anteriormente. 

Foram testados funcionários e doentes do serviço envolvido, num total de 11 doentes e 60 profissionais. Confirma-se que se encontram infetados 4 doentes e 3 funcionários. Os profissionais infetados encontram-se em isolamento no domicílio e os doentes foram transferidos para áreas de internamento COVID-19.  

Em comunicado, o Centro Hospitalar do Oeste afirma que “foram cumpridas todas as normas determinadas pela Autoridade de Saúde e está a decorrer a desinfeção do Serviço, de forma a que o Hospital continue a ser um local seguro para a prestação de cuidados. Todos os serviços do Centro Hospitalar Oeste estão assegurados e estão já a funcionar na normalidade”.

O CHO apela ainda a todos os Utentes para que continuem a deslocar-se ao Hospital, sempre que a sua situação clínica o exija, seja para atos programados, seja em regime de urgência. 

“Centro Hospitalar continua a desenvolver todos os esforços para contratar mais profissionais, o que irá permitir aumentar a capacidade de resposta dos serviços de saúde e garantir uma prestação de cuidados adequada às necessidades da população”. Desde o início da pandemia, em março passado, foram já contratados 148 profissionais para fazer face ao acréscimo de atividade imposto pelo diagnóstico e tratamento da pandemia. 

O Centro Hospitalar do Oeste integra os hospitais de Caldas da Rainha, Torres Vedras e Peniche, tendo uma área de influência constituída pelas populações dos concelhos de Caldas da Rainha, Óbidos, Peniche, Bombarral, Torres Vedras, Cadaval e Lourinhã e de parte dos concelhos de Alcobaça e de Mafra.

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here