publicidade

A edição de 2020 da “Temporada Darcos” chegou ao seu término com um concerto de Natal realizado nos dias 12 e 13 de dezembro, respetivamente, no Centro Pastoral de Torres Vedras e na Igreja de São Francisco (Alenquer).

Este concerto foi protagonizado pela conceituada soprano Sara Braga Simões e pelo pianista Hélder Marques, membro do grupo Ensemble Darcos, que interpretaram canções de Natal e outras, de autores diversos, maioritariamente portugueses, as quais foram desde as melodias populares harmonizadas por Lopes-Graça ou Fauré até à singela e universal Stille Nacht de Gruber.

Recorde-se que a “Temporada Darcos” constitui-se como uma iniciativa singular no panorama artístico na qual se interpreta e divulga a música clássica segundo diversas abordagens dadas por autores europeus de referência, sendo dirigida pelo compositor e maestro torriense Nuno Côrte-Real. Os espetáculos da “Temporada Darcos” são na sua maioria interpretados pelo grupo Ensemble Darcos. De realçar que aclamados solistas e orquestras nacionais e internacionais têm participado nesta iniciativa. Tendo como ponto de partida o concelho de Torres Vedras, e sendo coorganizada pela Câmara Municipal de Torres Vedras, a “Temporada Darcos” teve em 2020 a sua 13.ª edição.

De referir que devido à pandemia provocada pela doença COVID-19, a maior parte dos concertos programados para este ano no âmbito da “Temporada Darcos” foram cancelados.

Os que se realizaram foram os seguintes: Agora muda tudo, um concerto baseado em canções criadas por Nuno Côrte-Real a partir de textos de José Luís Peixoto, as quais foram interpretadas pela consagrada cantora Maria João e pelo grupo Ensemble Darcos, tendo este espetáculo sido apresentado no Budapest Music Center (Hungria), no Teatro-Cine de Torres Vedras e no Fórum Luísa Todi (Setúbal), nos dias, respetivamente, 28 de janeiro, 1 e 2 de fevereiro; o concerto do Dia de S. Valentim, que aconteceu no dia 14 de fevereiro, no restaurante do Hotel Golf-Mar, o qual foi levado a cabo pela cantora Sofia David e pelo pianista João Malha; o concerto Mozart e Schumann, interpretado pelo Ensemble Darcos, nos dias 26 e 27 de setembro, no Hotel Dolce Campo Real; e o concerto Time stands still, o qual foi interpretado pela soprano Ana Quintans e pelo Ensemble Darcos, nos dias 16, 17 e 18 de outubro, respetivamente, no auditório da Caixa Geral de Depósitos (Lisboa), na Adega Cooperativa de S. Mamede da Ventosa e na Casa Santos Lima (Alenquer).

Refira-se ainda que o Ensemble Darcos é um dos mais prestigiados grupos de câmara portugueses da atualidade. Criado em 2002 por Nuno Côrte-Real, tem como formação-base os músicos Filipe Quaresma, Gaël Rassaert, Hélder Marques e Reyes Gallardo, sendo que regularmente integram este grupo outros músicos de excelência oriundos de diversas geografias.

publicidade

Artigo anteriorConcelho de Torres Vedras conta com 240 casos ativos de infeção por SARS-CoV-2
Próximo artigoNova urbanização requalifica espaço de antiga fundição na cidade de Torres Vedras
Redação
O TORRES VEDRAS WEB é um website de informação, notícias e recursos sobre a cidade, concelho de Torres Vedras e da atualidade em geral. A tua cidade online!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui