Acordeões do Mundo regressam a Torres Vedras
publicidade

A par com as Merendas do Acordeão, que animam os finais de tarde por todo o Concelho, o Festival apresenta um baile e cinco concertos que terão lugar no Teatro-Cine de Torres Vedras.

A 15.ª edição do Festival Internacional de Acordeão de Torres Vedras – Acordeões do Mundo volta a “invadir” a cidade e o Concelho com as sonoridades únicas deste instrumento, de 26 de outubro a 11 de novembro. A par com as Merendas do Acordeão, que animam os finais de tarde por todo o Concelho, o Festival apresenta um baile e cinco concertos que terão lugar no Teatro-Cine de Torres Vedras.

O grupo português Bayan Quartet abre a programação deste ciclo de concertos, no dia 26 de outubro, com um espetáculo que percorre vários estilos musicais, desde o barroco ao contemporâneo, passando pela música tradicional portuguesa. Composta por Pedro Santos, Carisa Marcelino, Nelson Almeida e Paulo Neto, esta formação interpreta obras originais de Gerhard Maasz, Vitorino Matono, André Santos, João Barradas, Astor Piazzolla e adaptações de G.Rossini.

No dia seguinte, o duo Fetén Fetén viaja pelas raízes da cultura da Península Ibérica e pelo mundo, com composições que revelam um vasto mosaico de tendências e referências musicais. A partir do encontro entre Jorge Arribas e Diego Galaz, o público é convidado a escutar melodias frescas, divertidas e dançáveis que podem atravessar estilos tão díspares, como a valsa, o foxtrot, o chotis, a jota, a seguidilla, a ronda, o pasodoble ou a habanera.

O Festival continua, no dia 31 de outubro, com música dos países africanos lusófonos. O concerto “Acordeões da Lusofonia” revisita estas sonoridades e a história através de temas saudosistas. A João Gentil e Carlos Lopes, dois conceituados acordeonistas portugueses, juntam-se várias vozes e um trio de baixo, guitarra e percussão para interpretar clássicos de Dominguinhos, Luís Gozaga, Banda Maravilha, Codé di Dona, Dominique, entre outros.

A 2 de novembro, é a vez dos ZEF subirem ao palco para apresentar um reportório de música Folk, em que à sonoridade do acordeão se junta a guitarra, o violino e o baixo. O grupo de músicos franceses, composto Baltazar Montanaro, Aurélien Claranbaux, Laurent Geoffroy, Damien Dulau e Jean-Michel Martineau, para além de uma grande capacidade técnica, imprime nos seus espetáculos sentimento e emoção.

A cantora norte-americana, Eva Salina, e o acordeonista sérvio-romeno, Peter Stan, encerram este ciclo de concertos, no dia 3 de novembro, com um espetáculo musical baseado nas raízes culturais do duo. Eva Salina é uma intérprete de canções Romani cujas referências e mentores são alguns dos nomes maiores da música dos Balcãs.

Para fechar a programação no Teatro-Cine de Torres Vedras, o Baile do Acordeão, no dia 4 de novembro, promete animar a tarde com a atuação dos JAM.PT. Para além da música de qualidade, o reportório deste grupo convida a ouvir e a dançar.

A animação musical está garantida noite dentro com todos os concertos a começarem às 21h30, já o Baile do Acordeão tem início às 16h30.

O Festival Internacional de Acordeão de Torres Vedras – Acordeões do Mundo integra o programa das Festas da Cidade de Torres Vedras e é organizado pela Câmara Municipal de Torres Vedras, com o apoio da Caixa Agrícola de Torres Vedras e o patrocínio do Arena Shopping. A viatura oficial é da Sacel – Citroën e o hotel oficial é o Hotel Golf Mar. A Água Oficial é Vimeiro.

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here