publicidade

A Câmara Municipal de Torres Vedras promoveu o “Mês da Alimentação”, uma iniciativa que decorre anualmente durante o mês de outubro. O Ano Internacional das Frutas e Legumes deu mote à edição deste ano, com o objetivo de sensibilizar os alunos do concelho de Torres Vedras para a importância de uma alimentação saudável.

“Mini Inspetores dos Alimentos” foi uma das atividades dinamizadas, levando 77 alunos a visitar as unidades de confeção dos centros educativos de São Pedro da Cadeira e São Mamede da Ventosa e das escolas básicas de Campelos e Conquinha. Os alunos envergaram equipamentos de proteção individual para ficar a conhecer as várias etapas do processo de confeção das refeições, da receção da matéria-prima ao empratamento.

Na Escola Básica da Maceira, os alunos do primeiro ciclo tentaram responder à questão “Sabes quantos pacotes de açúcar esconde a tua lancheira?” Os 70 alunos começaram por refletir sobre alimentação, seguindo-se a preparação de lancheiras, utilizando pacotes de açúcar como “unidade de medida” para descobrir a quantidade de açúcar presente nos diversos alimentos.

No âmbito do “Mês da Alimentação” e do Plano Local de Inclusão da Comunidade Cigana, o Torres Vedras LabCenter acolheu uma sessão sobre preparação de lanches saudáveis para mães, tias e avós da comunidade cigana, a 19 de outubro. Os participantes receberam uma lista de apoio à elaboração do lanche, uma lista de compras, um guia de apoio à interpretação de rótulos e cinco receitas saudáveis do Guia para Lanches Escolares Saudáveis.

Alimentação “fora da caixa”

O serviço educativo “Robótica Para Todos” promoveu a oficina “Para uma alimentação saudável fazer, com os robôs vais aprender”, onde 130 alunos de 4 escolas básicas do Concelho realizaram atividades lúdicas de programação e robótica relacionadas com alimentação saudável. Este serviço educativo dinamizou, ainda, uma atividade para famílias.

Já o serviço educativo “Quero ser Cientista” promoveu a oficina “Detetives dos frutos, será ácido?”, com 86 alunos de 4 escolas básicas do Concelho a medir o PH de alimentos e outras substâncias, utilizando, para isso, os pigmentos da couve-roxa. Este serviço educativo organizou também uma “Feira de Ciências com Alimentos”, onde 30 participantes de 11 famílias foram desafiados a fazer experiências científicas com alimentos.

“Jantar com os meus pais no restaurante da escola” foi a última atividade do “Mês da Alimentação”, que decorreu no dia 10 de novembro, quarta-feira. Os alunos de uma turma da Escola Básica da Conquinha jantaram na escola com os seus encarregados de educação e com a presidente da Câmara Municipal de Torres Vedras, Laura Rodrigues. A ementa contou com alho francês à Brás como prato principal, evocando a introdução de uma refeição ovolactovegetariana semanal em vários jardins de infância e escolas do Concelho.

O “Mês da Alimentação” promoveu, ainda, visitas de estudo a quintas de produção biológica, visitas de fornecedores locais às escolas, atividades sobre desperdício alimentar, uma sessão do ciclo “Conversas com Pais” e uma atividade com o chef e músico Miguel Gameiro.

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here