publicidade

ANTÓNIO COSTA ACOMPANHA LIMPEZA DE TERRENOS EM TORRES VEDRAS

António Costa visitou os trabalhos de limpeza das Faixas de Gestão de Combustível que decorrem no concelho de Torres Vedras. O primeiro-Ministro esteve, este sábado, na Estrada Nacional 361 – 1, junto à localidade de Campelos, num dia em que também esteve de visita a Loulé e a Portalegre.

A visita, organizada pelas Infraestruturas de Portugal, contou ainda com a presença de Luís Capoulas Santos, ministro da Agricultura, Guilherme W. d’Oliveira Martins, secretário de Estado das Infraestruturas, Ana Abrunhosa, presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro – CCDRC, assim como de Carlos Bernardes, presidente da Câmara Municipal de Torres Vedras, José Augusto Carvalho, presidente da Assembleia Municipal de Torres Vedras, vereadores e presidentes de junta do concelho de Torres Vedras.

António Laranjo, presidente das Infraestruturas de Portugal, sublinhou que aquela instituição tem a seu cargo 14.000 km de estrada, dos quais 6.400 correspondem a Faixas de Gestão de Combustível. Ao ser questionado por António Costa sobre a área a ser intervencionada e os prazos a cumprir, António Laranjo falou nos meses de abril e maio para proceder aos trabalhos em todo o território nacional.

Neste contexto, Carlos Bernardes, presidente da Câmara Municipal de Torres Vedras, sublinhou a importância do Plano Municipal de Defesa da Floresta Contra Incêndios. “Estamos mobilizados para esse desígnio” afirmou o autarca, referindo-se à luta contra os incêndios e garantindo: “vamos alcançar os nossos objetivos.”

António Costa sublinhou que “é fundamental poder manter este trabalho”, que caracterizou como “extraordinário” e que crê “nunca ter sido feito” desta forma a nível nacional. O tempo é de prevenção, sublinhou o primeiro-Ministro, lembrado que quanto mais longe se for neste momento, menor o risco de incêndio no futuro. À ação de autarquias, concessionários, proprietários e outras instituições, juntam-se ainda 1600 elementos das Forças Armadas, numa “luta” que António Costa reconhece ser “contra o relógio”, clarificando que o trabalho de limpeza de terrenos decorrerá até 31 de maio.

O Gabinete Técnico Florestal da Câmara Municipal de Torres Vedras, os Bombeiros Voluntários de Torres Vedras e o Núcleo de Proteção Ambiental da GNR promoveram sessões de esclarecimento em todas as freguesias do concelho, de forma a esclarecer e sensibilizar a população para a obrigação de limpeza de terrenos florestais.

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.