Área Metropolitana de Lisboa e OesteCim chegam a acordo para passe nas carreiras inter-regionais
publicidade

O acordo não abrange os passes para as carreiras inter-regionais diretas (entre um dos concelhos da região Oeste e Lisboa, sem paragens intermédias), para os quais se aplica o desconto dos 30%.

A Área Metropolitana de Lisboa e a Comunidade Intermunicipal do Oeste chegaram a acordo para alargar os passes de 30 e 40 euros às carreiras inter-regionais, deixando de fora desses valores ligações diretas e utentes da região Oeste que se desloquem para Lisboa, foi anunciado na sexta-feira.

“A comissão executiva da AML aprovou a minuta de contrato interadministrativo de delegação e partilha de competências entre a AML e a Comunidade Intermunicipal do Oeste que permitirá aos utilizadores do novo sistema tarifário – passes Navegante – a circulação dentro do território da AML, nas carreiras inter-regionais”, informou esta entidade.

Carlos Humberto, primeiro secretário da AML, disse à agência Lusa que ainda não há data para a assinatura, mas o acordo “entra em vigor hoje e os utentes já podem comprar os passes”.

Dentro da AML e da região Oeste, vigora o passe municipal de 30 euros, se viajarem só dentro do mesmo concelho, ou o de 40 euros, se se deslocarem entre concelhos da mesma região.

O responsável esclareceu que para os passes das ligações inter-regionais, por exemplo Alenquer/ Vila Franca ou Alenquer/Lisboa, aplica-se apenas o desconto de 30% para os habitantes na região Oeste, ao contrário do que vinha a ser exigido.

O acordo também não abrange os passes para as carreiras inter-regionais diretas (entre um dos concelhos da região Oeste e Lisboa, sem paragens intermédias), para os quais se aplica o mesmo desconto dos 30%.

O acordo abrange as carreiras 339 (Bucelas – Camondes), da Rodoviária de Lisboa, e 204 (Ericeira- Torres Vedras), 221 (Mafra- Torres Vedras), 241 (Cambelas – Freiria), 242 (Freiria- Gentias), 2210 (Mafra- Torres Vedras), da Mafrense.

Estão também abrangidas as carreiras 701 (Lisboa – Torres Vedras via A8 Venda do Pinheiro), 702 (Lisboa – Póvoa de Penafirme), 720 (Lisboa – Torres Vedras por Runa), 727 (Sendieira – Livramento), 750 (Encarnação – Póvoa de Penafirme), 760 (Bandalhoeira – Freiria) e 761 (Caneira Velha – Freiria), da Barraqueiro Oeste.

Da empresa Boa Viagem, estão englobadas as carreiras 01 (Alenquer – Vila Franca de Xira), 02, 03 e 48 (Alenquer – Lisboa), 05 (Alenquer – Vila Franca de Xira por Barrada e Zona industrial), 15 (Alenquer – Vila Franca de Xira por Santana da Carnota), 21 (Alenquer – Lisboa por Carregado), 22 (Alenquer- Arruda dos Vinhos), 43 (Lisboa – Sobral Monte Agraço por auto estrada), 50 (Torres Vedras- Vila Franca de Xira), 51 (Arruda dos Vinhos – Vila Franca de Xira por Casal Não Há), 57 (Alverca (estação) – Sobral de Monte Agraço por Calhandriz), 59 (Alhandra – Arruda dos Vinhos por Casal do Álamo e S. Romão), 60 (Arruda dos Vinhos – Bucelas), 61 (Arruda dos Vinhos – Bucelas por Louriceira e Arranhó), 87 (Lisboa- e Sobral de Monte Agraço por A8), 97 Arruda dos Vinhos- Lisboa/Campo Grande por Póvoa de Santa Iria).

Nos últimos dias, vários utentes dos concelhos da Área Metropolitana de Lisboa (AML), como Vila Franca de Xira ou Mafra, que viajam para Lisboa em carreiras inter-regionais (com início do seu trajeto em concelhos fora da AML, como Alenquer, Sobral de Monte Agraço ou Torres Vedras) queixaram-se que não estavam a beneficiar do passe de 40 euros anunciado para a AML.

Em causa estava a falta do acordo agora alcançado entre as duas autoridades de transportes.

A OesteCim alocou uma verba de 1,4 milhões de euros para Apoio à Redução Tarifária nos Transportes Públicos, medidas que entram em vigor a partir de abril.

Na prática, dentro do perímetro de cada município deixam de haver títulos superiores a 30 euros, sendo os passes municipais subvencionados pelo diferencial.

A Área Metropolitana de Lisboa e a Comunidade Intermunicipal do Oeste chegaram a acordo para alargar os passes de 30 e 40 euros a várias carreiras inter-regionais, deixando de fora desses valores ligações diretas (sem paragens intermédias entre o Oeste e Lisboa).

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here