Arrancou requalificação biofísica e paisagística dos rios Alcabrichel e Sizandro
publicidade

O objetivo passa por preservar a espécie de peixe Ruivaco-do-Oeste, aumentando a sua resiliência aos efeitos das alterações climáticas.

Sete troços dos rios Alcabrichel e Sizandro estão a ser alvo de trabalhos de requalificação biofísica e paisagística. Os trabalhos tiveram início junto ao Ecoparque da Macieira, no Maxial, e decorrem no âmbito da operação “Ruivaco-do-Oeste | Gestão Ativa da Espécie e do Ecossistema” aprovada pelo Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso dos Recursos – POSEUR.

O objetivo passa por preservar a espécie de peixe Ruivaco-do-Oeste, aumentando a sua resiliência aos efeitos das alterações climáticas. A diminuição de obstáculos na rede hídrica irá facilitar a movimentação da espécie, enquanto a plantação de espécies vegetais autóctones e consequente criação de sombra no canal irá aumentar a disponibilidade hídrica durante a época estival, promovendo a capacidade de sobrevivência da espécie durante aquela época.

A desobstrução do canal levará, ainda, ao decréscimo dos riscos de cheia e de erosão dos terrenos adjacentes. Paralelamente, será desenvolvida uma ação de controlo da proliferação de gambúsia e lagostim-vermelho-da-Louisiana, espécies aquáticas exóticas que põem em causa a estabilidade das populações de Ruivaco-do-Oeste.

A operação “Ruivaco-do-Oeste | Gestão Ativa da Espécie e do Ecossistema” apresenta um custo total de investimento elegível de 179.573,93 €. Destes, 85% são financiados pelo Fundo de Coesão, sendo os restantes garantidos pela Câmara Municipal de Torres Vedras.

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.