Arruda dos Vinhos investe 1,3ME na requalificação da rede viária municipal
publicidade

O autarca admitiu, contudo, que este investimento “não esgota as necessidades de intervenção na rede viária, que terão de ser continuadas no próximo mandato”

A Câmara de Arruda dos Vinhos, no distrito de Lisboa, aprovou avançar até 2021 com um plano de requalificação da rede viária municipal, um investimento de 1,3 milhões de euros, disse hoje o seu presidente.

“É um plano consensual de todo o executivo em relação ao investimento que é necessário para o concelho para executar até ao final do mandato”, afirmou à agência Lusa o presidente da câmara, André Rijo (PS).

As obras de manutenção da rede viária municipal estão repartidas pelos anos de 2019, 2020 e 2021, coincidindo com o fim do atual mandato autárquico, e estão orçadas em 1,3 milhões de euros, de acordo com a proposta, que foi aprovada por unanimidade.

O autarca admitiu, contudo, que este investimento “não esgota as necessidades de intervenção na rede viária, que terão de ser continuadas no próximo mandato”, justificando que o concelho está a “ter um crescimento populacional significativo, que tem contribuído para haver um maior desgaste na rede viária” e para haver um “investimento constante” nesta área.

Este ano vão ser intervencionadas estradas municipais das freguesias de Arranhó e S. Tiago dos Velhos, com um investimento estimado em 434 mil euros.

Em 2020, as intervenções têm um custo de 437 mil euros e incidem sobre estradas municipais localizadas nas freguesias de Cardosas, S. Tiago dos Velhos, Arranhó e em Arruda dos Vinhos.

Em 2021, a autarquia tenciona gastar cerca de 487 mil euros em estradas municipais das freguesias de Arruda dos Vinhos, S. Tiago dos Velhos, Cardosas e Arranhó.

O plano foi elaborado com a colaboração dos técnicos municipais e das freguesias e vai seguir um calendário que vai ser dado a conhecer à população “de forma transparente”, frisou André Rijo.

O plano deixa de fora intervenções na rede viária, cuja gestão e manutenção futura possam passar para a responsabilidade do município, no âmbito do processo de descentralização de competências do Estado para os municípios.

O investimento vai ser feito com verbas do orçamento municipal e de um empréstimo de 1,9 milhões de euros que a autarquia contraiu para várias obras, dos quais 460 mil são para a beneficiação da rede viária.

Arruda dos Vinhos, com uma população de 13 mil habitantes, de acordo com os últimos Censos, tem um orçamento de 11,8 milhões de euros para 2019.

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here