publicidade

A criatividade na imobilidade foi de novo apreciada em Santa Cruz por milhares de pessoas que passaram pelo centro desta estância balnear para assistir ao concurso de homens estátua da mesma.

23 performers nacionais e estrangeiros (Cláudia Cristina Santos, Maria João Silva, Ana Filipa Marques, Thorsten Ludewig, Susana Lopes, Kostyantyn Storozhenko, Alla Storozhenko, Sérgio Gambeta, Zsuzsanna Hollósy, Anabela Soraya Fernandes, Elizabeth Nóbrega e Sandra Bernardo, YAW Lisima Tembe, Eloisa Correia, Anabela Soraya Fernandes, Ruth Carrera, Sandra Marisa Gomes, Cátia Andreia Ferreira, Hugo Almeida, Carlos Miguel Gomez, Ruben Alejandro Gonzalez, Carlos Oliveira e Margarida Batista), apresentando 61 trabalhos, participaram na iniciativa, cujas eliminatórias decorreram entre os dias 17 e 21 de agosto, na Rua José Pedro Lopes.

No dia 22 de agosto teve lugar no Largo Jaime Batista da Costa a final do evento, tendo na ocasião sido atribuído a Elisabeth Nóbrega e Sandra Bernardo (com o trabalho “Fomos feitos para colorir”) e Kostyantyn Storozhenko (com o trabalho “O Carteiro”), os prémios do júri e do público, respetivamente, Na ocasião o júri atribuiu ainda menções honrosas a Anabela Fernandes e Sandra Gomes (que apresentaram o trabalho “Maçã e Canela”), a Kostyantyn Storozhenko, a Cátia Ferreira e Hugo Almeida (que apresentaram o trabalho “Bushido”) e a Sérgio Gambeta e Ruth Carrera (que apresentaram o trabalho “Adão e Eva: um duo de amor original”).

Criatividade, originalidade, imobilidade e efeito foram os critérios que o júri deste concurso levou em linha de conta na respetiva avaliação.

Dinamizar culturalmente o núcleo urbano de Santa Cruz e fomentar a criação na área das artes performativas são os principais objetivos deste concurso que é organizado pela Câmara Municipal e teve a sua nona edição.

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.