publicidade

Um atleta da Academia Joaquim Agostinho sofreu um grave acidente durante o treino, no dia 16 de abril, e confirmou agora que devido às graves lesões na bacia e na zona da lombar, não vai poder voltar a praticar ciclismo.

As vértebras deslocadas e os problemas ósseos na bacia, não permitem que o jovem, de apenas 15 anos, volte a fazer o desporto de que mais gostava. Apesar de tudo o que se está a passar, o Tiago Almeida confessou que está a enfrentar esta fase da melhor forma possível. “Não fiquei com sequelas a nível psicológico. Não tenho pesadelos, nem pensamentos negativos. Estou feliz. Não vai ser por um imprevisto que vou parar de lutar. Vou é direcionar o meu foco para outra vertente. O meu corpo vai recuperar com o tempo e vou entrar para o ginásio para construir uma musculatura boa para proteger as minhas costas e a minha anca”, garantiu.

O atleta da equipa de cadetes da Academia Joaquim Agostinho regressa à escola já na segunda-feira e vai, ainda esta semana, tirar os 17 pontos que suturaram uma profunda ferida na zona da anca. Daqui a um mês deverá regressar ao médico para mais uma consulta de rotina e, dentro de quinze dias, vai recomeçar a fazer desporto para recuperar ao máximo.

“Infelizmente não posso regressar ao ciclismo se quiser recuperar. Ainda assim, dão-me um período de 8 meses para atingir o máximo de recuperação”, confessou.

O grupo de jovens ciclistas, do escalão de cadetes, treinava-se acompanhado por dois treinadores e pelo diretor da equipa. Estes confirmam que todos cumpriam as regras de trânsito, no traçado que liga Vila Franca do Rosário a Vale da Guarda. Os atletas e técnicos encontravam-se numa reta, com bastante visibilidade, seguiam dois a dois, e ocupavam na via o espaço permitido por lei. O atleta, de apenas 15 anos, acabou por ser atropelado por um condutor.

“A Academia Joaquim Agostinho lamenta mais uma vez o sucedido e deseja que o Tiago consiga alcançar uma recuperação praticamente total. O momento é triste para todos nós, que trabalhamos diariamente para que a formação no ciclismo nacional evolua. Esperamos que o Tiago encontre outras ocupações que o preencham tanto como o ciclismo.”

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.