publicidade

Decorreu no sábado, 22 de maio, a apresentação de Pedro Borges de Lemos como candidato pelo partido CHEGA à Câmara Municipal de Torres Vedras.

Na ocasião estiveram o presidente da distrital, Pedro Pessanha e o vice-presidente do CHEGA, António Tanger Correia.

Para Pedro Pessanha, o candidato do partido é “uma grande aposta para Torres Vedras”, salientando que o CHEGA tem um grande desafio pela frente uma vez que pela primeira vez “as pessoas não vão votar no André Ventura mas sim nos candidatos, o que acresce uma responsabilidade significativa”.

Por sua vez, António Tanger Correia revelou, na sessão de apresentação que decorreu n Hotel Praia Azul, em Torres Vedras, estar “muito satisfeito e orgulhoso que Pedro Borges tenha decidido concorrer para um concelho importante como o concelho de Torres Vedras“.

O candidato à Câmara Municipal revelou não ter ainda o programa eleitoral por considerar ser “profundamente essencial ouvir as pessoas primeiro”. Para Pedro Borges de Lemos é “fundamental que os autarcas promovam a proximidade e a relação direta com os munícipes”.

O ex-dirigente do CDS disse ainda que a sua candidatura vai apresentar uma ideia pioneira: a criação de um Conselho Municipal de Transparência e Controlo Social, “salvaguardando o interesse das pessoas e terminando com “esta senda podre da corrupção”.

O candidato pretende ter uma candidatura “séria, responsável e trabalhadora” acrescentando que pretende reunir ideias e soluções para Torres Vedras tais como: “desenvolvimento da horticultura, lançar a possibilidade de se construir uma via rápida que ligue o litoral ao interior mas também policiamento de proximidade”.

A antiga apresentadora de televisão Cristina Caras Lindas será a mandatária do candidato Pedro Borges de Lemos.

Em relação aos vereadores que o irão acompanhar nas próximas eleições autárquicas serão apresentados em breve. O candidato revelou que já há alguns nomes em cima da mesa mas que a lista ainda não está fechada.

Pedro Borges de Lemos revelou ainda que o partido vai também apresentar em breve os candidatos as todas as freguesias.

Além de Pedro Borges de Lemos, na corrida à câmara de Torres Vedras, estão ainda o independente Sérgio Galvão (vereador pelo PS entre 2005 e 2016), a atual presidente da câmara, Laura Rodrigues (PS) e o professor Jorge Humberto Nogueira, pelo Bloco de Esquerda, Paulo Bento pelo Aliança, Duarte Pacheco pela coligação PSD / CDS-PP / PPM e o ex-vereador Sérgio Cipriano pelo CDU.

Nas anteriores eleições autárquicas, o PS venceu em Torres Vedras, com maioria absoluta, elegendo seis elementos para o executivo, enquanto o PSD elegeu três.

Este ano as autárquicas ainda não têm data, mas, segundo a lei, ocorrem entre setembro e outubro.

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here