Bandeira vermelha em praias da Lourinhã devido a ‘caravelas portuguesas’
publicidade

O comandante da Capitania de Peniche, Vasco Cristo, disse que as ‘caravelas portuguesas’ têm surgido, nas últimas semanas, em praias da Lourinhã e também de Torres Vedras.

A bandeira vermelha foi hasteada em várias praias do concelho da Lourinhã, no distrito de Lisboa, devido ao aparecimento de ‘caravelas portuguesas’, informou hoje a Proteção Civil municipal.

“Estão a ser hasteadas bandeiras vermelhas em algumas das praias do concelho onde foram avistadas ‘caravelas portuguesas’”, refere a Proteção Civil municipal em comunicado.

Segundo a autarquia, as ‘caravelas portuguesas’ têm vindo a dar à costa em várias praias do concelho do distrito de Lisboa.

A bandeira vermelha foi hasteada hoje nas praias do Areal e Areia Branca e, no domingo, em Porto Dinheiro, podendo ser hasteada nos próximos dias noutros areais do concelho.

Na semana passada, foi ainda içada na Areia Branca, mas devido ao aparecimento de medusas.

O comandante da Capitania de Peniche, Vasco Cristo, disse à agência Lusa que as ‘caravelas portuguesas’ têm surgido, nas últimas semanas, em praias da Lourinhã e também de Torres Vedras.

A Proteção Civil aconselha “máxima precaução” para todos os banhistas que frequentem as praias do concelho e alerta para “os cuidados a ter na presença destes organismos”.

A ‘caravela-portuguesa’ apresenta uma forma de balão de cor azul e, por vezes, tons lilás e rosa, flutua à superfície da água, é influenciada por ventos e correntes superficiais.

Já as medusas são organismos gelatinosos comuns nas águas portuguesas, apresentam um diâmetro entre um a sete centímetros.

Os tentáculos de ambas as espécies são urticantes e podem provocar queimaduras graves.

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here