Basquetebol : XIV Campeonato da Proliga – 2ª Fase Grupo B ( 6ª jornada) 

              FÍSICA “A” ATINGE 3ª VITÓRIA PELA MARGEM MÍNIMA EM SANGALHOS. 

              Jogo do dia 25/02/2017 às 21:00, no Complexo Desportivo de Sangalhos.                                                  Arbitros : Jorge Cabral e Hugo Silva.

ALIANÇA SANGALHOS                  68                                                               

Pedro Seabra 9; Nuno Bizarro 9; Emanuel Silva 12; Rafael Soares 0; Ricardo Marques 0; Marco Correia 0; Pedro Silva 0; André Duarte 20; Jorge Anjos 2; Francisco Mota 8; Luis Fonte 8.

FÍSICA “A”                                       69                                

Romero Júnior 0; Carlos Dias 17; João Maças 0; Nuno Monteiro 11; Miguel Sousa 1; Frederico Tavares 7; Pedro Bagio 17; João Raposo 0; Tiago Filipe 3; Ricardo Robalo 6; Gonçalo Silva 7; José Maria Saccás 0.

Ao intervalo 33 – 41. Parciais 13 – 29, 20 – 12, 12 – 13, 23 – 15.

A Física “A” na sexta jornada, tinha uma deslocação difícil, num recinto dos mais complicados do Basquetebol Nacional, Sangalhos. A Física entrou muito forte surpreendendo a equipa da casa, vencendo o 1º período por 13 – 29. No 2º período Romero Júnior substitui Pedro Bagio pelo Miguel Sousa. O jovem atleta da Física teve dificuldades em se impor contra os seus adversários, é de salientar que o cinco inicial da equipa do Sangalhos joga à cerca de 8-9 anos juntos, tendo no total a equipa da casa uma média de idades 31 anos, contra a equipa da Física que não chega aos 26 anos (25, 8). Neste momento da partida começou a sobresair o André Duarte pela equipa da casa conduzindo os seus colegas na recuperação do resultado do 1º período. No segundo período venceu a equipa da casa por 20 – 12, saindo as duas formações para o intervalo, com vantagem para equipa da Física por 33 – 41 (8 pontos de diferença).

Após o intervalo, as duas formações entraram com elevado rigor defensivo, falhando muitos lançamentos. O terceiro período foi ganho pela equipa Torriense, pela margem mínima, 12 – 13, sendo o resultado acumulado de 45 – 54 (9 pontos de diferença). Entramos então no derradeiro período do encontro, e enquanto a equipa da Física estava com uma vantagem de 7 pontos, Frederico Tavares falha uma reposição da bola, aproveitando o adversário André Duarte para marcar mais um cesto e na jogada seguinte a Física perde mais uma vez a bola e a dupla de arbitragem marca falta técnica ao Nuno Monteiro. A equipa da casa converte o lançamento e ficou com posse de bola convertendo mais um cesto. Assim em menos de 1 minuto de jogo o resultado passou duma vantagem de 7 pontos para uma vantagem de 2 para equipa Torriense, faltavam 3 minutos para o final do encontro.

Os últimos 3 minutos foram muito complicados e a 34 segundos do final do encontro a equipa da casa passou para a frente ao marcador por 66 – 65.  O experiente Carlos Dias recebe a bola e lança para triplo, marcando este pontos decisivos passando novamente os Torriense em frente do marcador por 66 – 68. Na jogada seguinte a equipa do Sangalhos empata a partida 68 – 68,  faltavam 23 segundo do final. Romero Júnior pede desconto de tempo para preparar o próximo ataque da equipa. Gonçalo Silva coloca a bola em Ricardo Robalo, passa para Frederico Tavares, Carlos Dias corta no interior do garrafão, recebe a bola, lança e sofre falta. Naquele momento faltavam 10 segundos para o final, ele converte o primeiro lançamento livre e falha o segundo, André Duarte ganha o ressalto e tenta organizar o ataque, mas felizmente para equipa da Física, que defendeu bem, impossibilitando o adversário chegar ao lançamento, ganhando a partida nos últimos instantes do encontro, pela margem mínima 68 – 69 !

Mais uma vez a equipa deixou muito bons registos neste encontro, tendo em conta o recinto hostil da equipa da casa. Continuando assim e com o mesmo espírito de jogo colectivo, deixa muitas esperanças para o próximo encontro em casa contra o A.D. Sanjoanense, que assim continua lutar para conseguir a manutenção na Proliga.

 

Na 7ª jornada da Proliga 2ª Fase – Grupo , Física recebe no Sábado dia 04/3/2017, às 15:00, num encontro de máxima importância, a equipa do A.D. Sanjoanense. Este encontro é decisivo para os Torrienses e em caso de vitória da Física e ao mesmo tempo, no encontro entre Guifões SC – Os Belenenses, a equipa de Lisboa não vencer, encurta a distância para  o adversário de Belém, deixando então a decisão final no encontro entre as duas equipas, no dia 19/3 em Belém.

             Resultados da 6ª jornada : 

Angra Basket – Guifões SC                            94 – 88

Os Belenenses – Casino Ginásio                  70 – 65

A.D. Sanjoanense – Academia do Lumiar    78 – 54

 

Classificação 2ª fase Grupo B  6ª jornada da Proliga : 

                                                                  J            V         D           P

  1. Angra Basket                            20        11          9          31          
  2. Casino Ginásio                        20         9          11         29                 
  3. AD Sanjoanense                     20         9          11         29
  4. Aliança Sangalhos                 20         8          12        28              
  5. Os Belenenses                        20          8          12        28
  6. Guifões SC                               20          6          14        26       
  7. Física “A”                                 20          6          14        26                                                                 
  8. Academia do Lumiar           20          4          16        24    
publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here