publicidade

O município de Torres Vedras investiu 1,1 milhões de euros na ajuda a carenciados no pagamento de renda de casa desde 2009, ano em que lançou o programa de Apoio ao Arrendamento, disse hoje a vereadora da Ação Social.

Encarado como uma alternativa ao realojamento de famílias em habitação social, o programa já ajudou 464 famílias, disponibilizando um apoio financeiro que já ultrapassa os 1,1 milhões de euros, disse Ana Umbelino à agência Lusa.

O programa tem sido, segundo a autarca, “preponderante para que as famílias possam dispor de condições habitacionais condignas, mantendo-se inseridas nas respetivas comunidades” e “evitando os guetos” dos bairros sociais.

Tal só é possível através do recurso ao mercado normal de arrendamento, que é também estimulado com este programa.

Passados seis anos, o município continua a apostar neste tipo de apoio, ajudando atualmente 73 famílias, o que representa um custo anual de cerca de 170 mil euros.

Ana Umbelino adiantou que, à semelhança do que tem acontecido, o número de beneficiários deve manter-se, “à luz da realidade social e do orçamento camarário e, por conseguinte, das reais possibilidades de que o município dispõe para o efeito”.

O programa vai ao encontro das carências sociais da população em situação de crise e pretende evitar que as famílias estejam em situações de exclusão social, ajudando-as em períodos de maior carência a ultrapassar as dificuldades económicas, mantendo-as nas suas casas ou realojando-as, em situações de sobrealojamento.

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.