publicidade

A Câmara Municipal de Torres Vedras tem acompanhado a crise humanitária resultante do conflito entre a Rússia e a Ucrânia, que começou no dia 24 de fevereiro de 2022.

Desde o início do conflito, cerca de 120 cidadãos ucranianos já recorreram aos serviços da autarquia para apoio à regularização de migração, apoio alimentar extraordinário e encaminhamento para inscrição no Centro de Emprego e no curso de língua de acolhimento.

Embora a maior parte destes cidadãos sejam adultos, na sua maioria mulheres, há também crianças migrantes a regularizar a sua situação. As escolas do Concelho registaram já 19 pedidos formais de acolhimento de alunos.

Com o objetivo de apoiar estes cidadãos, a Câmara Municipal de Torres Vedras criou a Linha SOS Ucrânia, uma linha gratuita que se encontra em funcionamento de segunda a sexta-feira, entre as 10h00 e as 16h30. A linha está disponível através do número 800 200 066 e do e-mail sosucrania@cm-tvedras.pt.

De forma a preparar o acolhimento e a integração de refugiados a autarquia está a criar uma bolsa de alojamentos e, em articulação com o Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP), uma bolsa de emprego. Os serviços municipais encontram-se, atualmente, a efetuar um levantamento do número de refugiados no Concelho.

A solidariedade dos torrienses tem-se manifestado desde o início do conflito. As iniciativas de recolha de bens nas juntas de freguesia e escolas do Concelho permitiram a expedição, no dia 8 de março, de quatro camiões TIR para a Polónia, país que tem acolhido o maior número de refugiados oriundos da Ucrânia.

Também integrado numa “caravana humanitária”, partiu no mesmo dia um autocarro da Câmara Municipal para a Polónia, levando artigos de primeira necessidade e trazendo para Portugal 51 refugiados ucranianos.

A recolha de artigos no Concelho motivou a criação de um Centro Municipal SOS Ucrânia, no qual são rececionados, inventariados e armazenados os bens que são enviados para os países vizinhos da Ucrânia ou distribuídos pelas famílias acolhidas no Concelho.

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here