Câmara Municipal reconhece razão aos habitantes de Vale da Azenha
publicidade

Nota de imprensa enviada à Comunicação Social pela Câmara Municipal de Torres Vedras 

Temos de reconhecer que os habitantes do Vale da Azenha têm razão quanto à demora da finalização de todo o processo relativo ao saneamento doméstico. Contudo, as promessas feitas têm sido cumpridas e esta também o será muito em breve. Recordar-se-ão (e disso dão conta os habitantes do Vale da Azenha que foram ouvidos) de que a rede de saneamento foi feita, na sequência de um compromisso assumido numa reunião com moradores do Vale da Azenha, a que também esteve presente o então presidente da junta de freguesia de S. Pedro, Paulo Bento.

Feita a rede de saneamento, ficou por resolver a ligação ao sistema em alta, através de um emissário e que, teoricamente e de acordo com planos iniciais, seria da responsabilidade da Águas do Oeste, gestora do sistema em alta. Por razões que não importa agora dissecar porque o que está em causa é o fundo da questão, o emissário teve de ser assumido pelos SMAS, o que implicou projetos, negociações, etc., situações sempre morosas.

Finalmente, já este ano, foi lançado o concurso público para uma obra que se calcula em cerca de 280.000 euros. O prazo de apresentação de propostas termina no dia 26 do corrente mês de junho, sendo abertas no dia seguinte. Segue-se a respetiva análise, adjudicação, consignação e execução, o que leva sempre algum tempo, como é de calcular.

Contudo, o importante é que se trata de um processo irreversível para que os habitantes do Vale da Azenha vejam finalmente este problema resolvido. Tardou? É verdade, mas estamos cá para assumir os compromissos feitos e cumpri-los.

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here