Câmaras do Oeste investem 3,8 milhões de euros na modernização administrativa
publicidade

O investimento prevê o reforço da prestação de serviços ‘online’ e a desmaterialização de processos através da modernização administrativa.

Os 12 municípios da Comunidade Intermunicipal do Oeste anunciaram ontem que estão a investir 3,8 milhões de euros na modernização administrativa dos serviços e na instalação de redes públicas de acesso à Internet.

O projeto está orçado em cerca de 3,8 milhões de euros, dos quais 3,2 milhões de euros são financiados por fundos comunitários oriundos do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional, divulgou a OesteCim à agência Lusa.

O investimento prevê o reforço da prestação de serviços ‘online’ e a desmaterialização de processos através da modernização administrativa.

As soluções informáticas vão contribuir para a “libertação de recursos e para a redução de custos, através da partilha de serviços”, refere a OesteCim em nota de imprensa.

Os 12 municípios iniciaram esta semana os trabalhos para a instalação das soluções informáticas, devendo esta fase ficar concluída em dezembro.

Estão também a ser feitas despesas para dotar a região de uma rede pública de acesso à Internet e para dotar os municípios de tecnologias mais eficazes para proteção, recuperação e gestão de cópias de segurança (‘backups’) de bases de dados e de um sistema de informação territorial baseado no Sistema de Informação Geográfica.

O concurso público para gestão de ‘backups’ já foi lançado, estando a abertura de propostas marcada também para dezembro, data em que a OesteCim estima igualmente adquirir o Sistema de Informação Geográfica.

A OesteCim integra os municípios de Alcobaça, Alenquer, Arruda dos Vinhos, Bombarral, Cadaval, Caldas da Rainha, Lourinhã, Óbidos, Nazaré, Peniche, Sobral de Monte Agraço e Torres Vedras.

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here