petroleo e gás
publicidade
Em nota de imprensa enviada pelo candidato do Bloco de Esquerda a Torres Vedras, Rui Matoso, é dado a conhecer que a sua candidatura é a única aderente à “campanha Autarquias Livres de Petróleo e Gás.”
 
Para Consulta: https://autarquiaslivresdepetroleo.pt/, onde é possível verificar no mapa do nosso concelho o ponto de situação relativo às candidaturas, e verificar que à excepção da candidatura do BE, nenhuma das outras respondeu.
“Torres Vedras é desde há décadas um território potencial de exploração de hidrocarbonetos (gás natural e  petróleo) e por isso nunca escapou à atenção dos negócios das grandes petrolíferas. João Camargo, do movimento Climáximo, uma das entidades organizadoras das três marchas nacionais sublinha que “Portugal não pode avançar com a exploração de combustíveis fósseis, quando é necessário cortar radicalmente as emissões de gases com efeito de estufa”. (https://climaximo.wordpress.com/)
A adesão do BE a esta campanha é motivada pela necessidade de construirmos um futuro que promova desde já a transição energética para as energias renováveis e de combate a todas as causas que provocam as alterações climáticas e reduzam ao máximos os seus efeitos negativos: no turismo, aumento da temperatura, subida das águas, aumentos dos incêndios florestais, degelo, extinção de espécies, migrações forçadas, entre outros.”
+ info aqui:
O objectivo da campanha  Autarquias Livres de Petróleo e Gás é fornecer, a tempo do período eleitoral autárquico, um mapa completo acerca do posicionamento de cada uma das candidaturas aos municípios afectados e ameaçados pelas concessões para prospecção e exploração de petróleo e gás.
A iniciativa é promovida por mais de uma dezena de associações ambientalistas ou de defesa do património, de diversos pontos de Portugal, que se têm oposto à prospeção e exploração de petróleo e gás, entre as quais a Associação de Surf e Atividade Marítimas do Algarve (ASMAA), Associação Preservar Aljezur, Associação Tavira em Transição, Plataforma Algarve Livre de Petróleo (PALP), Alentejo Litoral pelo Ambiente, Fórum do Ambiente do Litoral Alentejano, Associação Peniche Livre de Petróleo, Marinha Grande Livre de Petróleo, Climáximo, Zero, Grupo de Ação e Intervenção Ambiental (GAIA) e Grupo de Estudos e de Ordenamento do Território e Ambiente (GEOTA).
publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here