publicidade

No passado sábado, dia 29 de janeiro, verificaram-se duas situações de aplicação do Cartão Branco no Campeonato Municipal de Futebol de Torres Vedras.

Recorde-se que o Cartão Branco é um recurso pedagógico que distingue e promove condutas eticamente corretas por parte de atletas, treinadores, dirigentes, público e outros agentes desportivos, o qual se enquadra no Programa Municipal de Promoção da Ética Desportiva de Torres Vedras, tendo a Câmara Municipal de Torres Vedras aderido a essa iniciativa para que a mesma fosse introduzida no referido campeonato.

Uma das situações de aplicação de Cartão Branco que se verificou no passado fim de semana no Campeonato Municipal de Futebol de Torres Vedras aconteceu no jogo do escalão de benjamins que opôs o Cerca FC ao GD Sobreirense, no decorrer do qual o atleta deste primeiro clube, Diogo Gomes, recebeu o referido cartão, por ter corrigido uma decisão do árbitro, afirmando de forma clara e honesta que tinha sido o último a tocar na bola antes desta ter saído pela linha lateral, pelo que o lançamento deveria ser a favor da equipa adversária e não da sua.

No mesmo dia, e também em jogo do escalão de benjamins do Campeonato Municipal de Futebol de Torres Vedras, em que se defrontaram o SCU Campelense e o GDRC Casalinhense, o treinador deste primeiro clube, David Machado, recebeu igualmente um Cartão Branco por, ao ver a equipa adversária ficar reduzida a seis jogadores por motivo de lesão, ter prontamente retirado um jogador da sua equipa, para que esta jogasse com o mesmo número de jogadores que a equipa adversária.

Diogo Gomes e David Machado estão de parabéns pelas suas atitudes exemplares ao nível dos valores da ética desportiva.

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here