Cartazes publicitários da Pera Rocha do Oeste pelas ruas de Paris
publicidade

Com o objetivo de aumentar a exportação, a campanha publicitária começou hoje 340 ‘mupis’ (cartazes publicitários) estrategicamente colocados na capital de França.

A Pera Rocha do Oeste vai “andar” pelas ruas de Paris através de uma campanha publicitária com 340 ‘mupis’ (cartazes publicitários) estrategicamente colocados na capital a partir de hoje, 24 de outubro.

“O sabor da pera portuguesa, Pera Rocha” é o slogan da campanha.

“O objetivo da ANP – Associação Nacional de Produtores de Pera Rocha, promotora desta iniciativa, é aproximar o consumidor francês deste produto português”, explica a associação num comunicado.

A campanha, cuja imagem da Pera Rocha é o grande plano, pretende “reforçar a diferenciação desta variedade exclusivamente nacional – e que, em França, é conhecida como “pera portuguesa” –  informando o consumidor final sobre os traços físicos distintivos do fruto, incluindo a carepa (nome que se dá às características pintas castanhas, unidas na base e que se dispersam irregularmente por toda a superfície do fruto).

“Simultaneamente, pretende ainda dar conta da disponibilidade de pera rocha neste mercado. Atualmente, esta variedade já se encontra à venda em algumas das maiores insígnias da grande distribuição presentes no território francês”, acrescenta o referido comunicado.

Só o Brasil (23,2 mil toneladas), Marrocos (20,1 mil toneladas) e Reino Unido (15,9 mil toneladas) superam em volume de exportação para França, que ocupa assim o quarto lugar no mercado de exportação de pera rocha, tendo recebido mais de 13,4 mil toneladas deste fruto durante a campanha 2017/2018.

Atualmente, perto de 60% da produção de pera rocha destina-se ao estrangeiro.

“O objetivo é contribuir para o aumento das exportações, através do reforço da promoção no exterior e do melhor conhecimento dos mercados-alvo, estimulando a progressão da fileira na cadeia de valor. O projeto é cofinanciado pelo Compete 2020, no âmbito do Programa Operacional Competitividade e Internacionalização. O investimento global é de 430.902 euros, dos quais 85% são provenientes do FEDER – Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional”, explica o referido comunicado.

Sedeada no Cadaval e com 29 sócios, a ANP – Associação Nacional de Produtores de Pera Rocha representa 86% da produção da pera rocha em Portugal.

Foi criada em 1993 para coordenar e incentivar uma política de qualidade para este fruto exclusivamente português e é a entidade gestora da denominação de Origem Protegida (DOP) ‘Pera Rocha do Oeste’.

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here