publicidade

O Centro Hospitalar do Oeste (CHO) vai integrar mais 96 enfermeiros no mapa de pessoal, anunciou hoje a instituição que, até final do ano, estima ter todos os profissionais de enfermagem no quadro.

Os 96 enfermeiros que irão passar a ter vínculo à instituição “estão em fase de entrevistas até ao final de novembro e prevemos que o processo de seleção esteja concluído até ao final deste ano”, disse à agência Lusa o presidente do conselho de administração do CHO, Carlos Sá.

A integração dos profissionais, que serão distribuídos pelos três hospitais que integram o CHO (Caldas da Rainha, Torres Vedras e Peniche) decorre de um procedimento concursal para a contratação na carreira especial de enfermagem, aberto em julho deste ano.

Com esta medida, o CHO cumprirá o objetivo de “deixar de ter profissionais de enfermagem externos, em regime de prestação de serviços, passando todos os enfermeiros a ter um vínculo mais estável com a instituição”, explicou Carlos Sá.

De acordo com a instituição, desde o início da reorganização hospitalar, em 2012, até ao final de 2015, o CHO “terá integrado um total de 212 enfermeiros no mapa de pessoal”, número considerado “ilustrativo do trabalho que tem vindo a ser feito em prol da estabilidade dos profissionais”.

Em 2014, o CHO (que como entidade do setor público administrativo, necessita de autorização do Governo para contratar recursos) integrou nos quadros na instituição 119 profissionais, reduzindo de 35 para 17 os enfermeiros contratados através de empresas externas.

O CHO conta atualmente com 540 enfermeiros e emprega um total de 1600 pessoas, das quais mais de 1300 com vínculo à instituição.

O Centro Hospitalar do Oeste resultou da junção do Centro Hospitalar do Oeste Norte e do Centro Hospitalar de Torres Vedras e abrange uma população direta de cerca de 295 mil pessoas dos concelhos de Caldas da Rainha, Óbidos, Peniche, Bombarral, Torres Vedras, Cadaval e Lourinhã e de parte dos concelhos de Alcobaça e de Mafra.

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.