publicidade

Numa competição à medida dos futuros grandes talentos do pelotão internacional, o  português Tiago Antunes foi terceiro na quarta e última etapa da Ronde de l’Isard concluíndo a prova francesa na 10.ª posição da geral coroada pelo russo Pavel Sivakov (BMC Development Team). Na classificação por equipas, a Equipa Portugal foi quinta entre 19 conjuntos 

Numa etapa que prometia o ataque à liderança do russo Pavel Sivakov (BMC Development Team), com quatro contagens de montanha de 1.ª categoria, foi o camisola amarela quem forneceu a melhor resposta aos rivais, ao isolar-se para a vitória na descida da penúltima subida do dia. Tiago Antunes terminou a quarta e última etapa da Ronde de l’Isard na terceira posição, concluindo a prova francesa na 10.º posição da classificação geral.

“Considero que foi uma prestação positiva numa corrida muito dura, com algumas das montanhas míticas da Volta a França, e um nível de participação muito elevado. Esta última etapa não foi diferente das anteriores, com quatro subidas de primeira categoria, que pôs à prova as nossas capacidades. O Tiago Antunes deu muito bem conta de si e chegou entre os primeiros. Num grupo com alguns estreantes, a adaptação foi muito positiva. Temos ‘conteúdo’ para trabalhar no futuro” avaliou o seleccionador nacional José Poeira.

A jornada de 142,1 km entre Lavelanet e Saint-Girons, na região de Ariège, no sul dos Pirenéus, prometia rivalizar com a dureza e emoções fortes das etapas anteriores. Após uma rápida partida, que lançou seis corredores na dianteira, foi preciso esperar até ao Col d’Agnès, já na segunda metade da tirada, para o grupo de favoritos alcançar novamente a dianteira, muito graças ao trabalho da Lotto-Soudal U23, na defesa das opções do belga Bjorg Lambrecht, vitorioso na última edição desta corrida. Enquanto que Lambrecht confirmou o triunfo na classificação da montanha, Tiago Antunes cruzou o Agnès na sexta posição mas, na descida, foi o camisola amarela que melhor replicou as acelerações dos rivais. O promissor russo da equipa de desenvolvimento da BMC atacou a cerca de 45 quilómetros da meta para o seu terceiro triunfo em três dias.

Tiago Antunes resistiu entre o grupo de perseguidores para terminar a etapa no terceiro lugar, a 56 segundos de Pavel Sivakov, tendo sido suplantado no sprint pelo britânico James Knox (Team Wiggins). Entre os representantes da Seleção Nacional seguiram-se Hugo Nunes, 29.º classificado, a 9m00s; André Carvalho, 38.º, a 12m59s; Gaspar Gonçalves, 57.º, tal como Gonçalo Carvalho, 60.º, e Venceslau Fernandes, 63.º, concluíram a etapa a 16m45s do vencedor. Na classificação por equipas da etapa, a Seleção Nacional foi quinta classificada, repetindo a posição na classificação geral entre os 19 conjuntos classificados.

Na classificação final da Ronde de l’Isard, Pavel Sivakov (BMC Development Team) confirmou o triunfo cumprindo as quatro etapas com 2m24s de avanço sobre o vice-campeão europeu sub-23 Bjorg Lambrecht (Lotto-Soudal U23). O belga Steff Cras (BMC Development Team) fechou o pódio desta competição internacional (2.2U) destinada a sub-23. Tiago Antunes subiu à 10.ª posição da geral individual, a 12m10s do vencedor posicionando-se como o melhor elemento classificado da Equipa Portugal. Neste alinhamento, sucederam-lhe: Hugo Nunes, 26.º, a 26m50s; Gonçalo Carvalho, 28.º, a 30m11s; Venceslau Fernandes, 34.º, a 34m45s; Gaspar Gonçalves, 42.º, a 38m57s; André Carvalho, 63.º, a 55m43s.

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here