Cidadãos-modelo de 8 concelhos portugueses em projeto europeu para promover inclusão
publicidade

Saiba quais são os três cidadãos-modelo de Torres Vedras.

Santa Maria da Feira, Vila Real, Valongo, Loulé, Torres Vedras, Palmela, Loures e Câmara de Lobos associaram-se à Comissão Europeia para promover a inclusão, recorrendo ao exemplo de cidadãos-modelo com necessidades especiais, revelou hoje fonte ligada ao projeto.

Integrado no programa Erasmus+, o projeto designa-se “Network of Role Models” (“Rede para Cidadãos-Modelo”, no inglês original) e envolve uma estrutura internacional destinada a promover a inclusão social, a cidadania, a igualdade de oportunidades e o respeito pelos direitos humanos, com vista a diminuir a discriminação e intolerância para com pessoas “portadoras de diferença”.

Na prática, os oito municípios estão em fases diferentes de implementação do projeto, mas em comum têm o objetivo de divulgar a história de vida de cidadãos-modelo que, pelo seu exemplo, possam sensibilizar a população para a importância de se construir “uma sociedade adaptada a todos, respeitando as diferenças e a individualidade de cada um”.

Os Role Models escolhidos são cidadãos da comunidade local que através dos seus percursos de vida são exemplos inspiradores para a construção de uma sociedade mais justa, tolerante e inclusiva, partilhando de forma voluntária a sua história e experiência.

No caso de Torres Vedras, foram selecionados três Role Models: Leonel Alves de 44 anos, Lindo Cambão de 39 anos e Iuri Vieira de 20 anos, todos naturais e residentes em Torres Vedras.

Leonel cegou aos 39 anos, vive sozinho com o filho e com o apoio do Gabinete de Apoio à Deficiência Visual (GADV), aprendeu a adaptar o seu quotidiano à sua nova condição (exemplo: andar de bengala, aceder ao computador e utilizar telemóvel.

Tem o 9.º ano mas está em processo de RVCC para conclusão do 12.º ano. É funcionário da Câmara Municipal de Torres Vedras desde 2011, desempenhando funções no GADV desde 2015.

Lindo é mediador da comunidade cigana local. Casado, com três filhos e filho de pais ciganos. Foi vendedor ambulante até 2014, anos em que foi selecionado pelo município como Facilitador/mediador devido à sua facilidade de articulação entre comunidade cigana e sociedade maioritária. É dinamizador do Grupo Ativo Comunitário de Torres Vedras E funcionário dos quadros da Câmara Municipal de Torres Vedras desde 2018 (Divisão de Desenvolvimento Social | Área de Habitação).

Iuri é trabalhador-estudante universitário e membro da comunidade cigana local. Solteiro, filho de pais ciganos que sempre trabalharam na venda ambulante. Incentivado pelos pais, decidiu estudar e concluiu o 12.º ano. Atualmente frequenta o 2.º ano da licenciatura em Gestão Turística e Hoteleira, na Escola Superior de Turismo e Tecnologias do Mar, em Peniche (apoio do programa Opré Chavalé). Trabalha, aos fins de semana, como colaborador de loja na empresa ALDI, Supermercados, em Torres Vedras.

 No caso de Santa Maria da Feira, por exemplo, um dos “role models” (cidadãos-modelo) escolhidos para o projeto foi Ivo Rocha, que, sendo paraplégico, se sagrou campeão nacional em natação adaptada e detém atualmente o recorde das provas de 100 metros bruços e 200 metros estilos, pelo que integra, desde março, o projeto paralímpico Tóquio-2020.

Também no caso de Palmela a escolha do município recaiu sobre uma atleta de natação adaptada: Simone Fragoso conquistou diversos títulos em Portugal, bateu vários recordes nacionais e representou o país em campeonatos da Europa, do Mundo e nos Jogos Paralímpicos de 2008, 2012 e 2016. Além disso, é Mestre em Música, treinadora de natação na equipa Palmela Desporto e madrinha do projeto “Aprender a Nadar”, dirigido aos alunos do 1º. Ciclo.

Já em Loulé, o projeto tem como cidadãos-modelo dois portadores de deficiência motora: Eduardo Ferreira, rececionista numa empresa privada e empresário na aldeia de Alte, e João Batista Monteiro, licenciado em Psicologia Clínica e presidente da Existir – Associação para a Intervenção e Reabilitação de Populações Deficientes e Desfavorecidas.

Câmara de Lobos, por sua vez, cruza casos de superação física e social: por um lado, aposta no exemplo de Alejandro Pinto, jovem invisual que se licenciou em Comunicação, Cultura e Organizações, e que hoje trabalha na biblioteca do Município; por outro, divulga também a história de Telmo Ferreira, que, após uma infância de extrema pobreza como um dos “meninos das caixinhas” que pedia esmola na rua, se afirmou depois como bailarino e preside hoje à Associação dos Amigos da Arte Inclusiva – Dançando com a Diferença.

Esses e outros cidadãos-modelo vão assim participar em várias iniciativas destinadas a sensibilizar a sociedade para uma maior inclusão social e tolerância, o que implicará medidas como sessões de debate com a comunidade escolar, concursos multimédia sobre a temática da cidadania e da igualdade de oportunidades, projetos concretos de eliminação de barreiras arquitetónicas à plena mobilidade, programas de mentoria, etc.

Para a vereadora Cristina Tenreiro, que tutela as áreas da Educação, Desporto e Juventude na Câmara Municipal da Feira, uma das últimas a associar-se ao projeto, trata-se de “fortalecer a inclusão social, a compreensão intercultural e o pensamento crítico – através da apresentação de exemplos inspiradores que podem ajudar a Europa a construir sociedades prósperas, tolerantes e inclusivas”.

Jovens e adultos em risco de pobreza, de exclusão ou de radicalização violenta são o público-alvo da ‘Network of Role Models’, que se propõe impedir o abandono escolar precoce e garantir formação e emprego a cidadãos que se encontrem em contexto de baixo nível socioeconómico, que sejam provenientes de áreas desfavorecidas, que se encontrem a cumprir penas prisionais ou que tenham antecedentes criminais.

publicidade

1 COMENTÁRIO

  1. Falhou aqui qualquer coisa na matemática:

    No caso de Torres Vedras, foram selecionados dois Role Models: Leonel Alves de 44 anos, Lindo Cambão de 39 anos e Iuri Vieira de 20 anos, todos naturais e residentes em Torres Vedras.

    Contei 3 nomes, não 2!!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here