Clássica da Arrábida com a Sicasal Constantinos Delta Cafés
publicidade

Ciclismo: Sicasal Constantinos Delta Cafés

CLÁSSICA DA ARRÁBIDA

A equipa da Sicasal-Constantinos-Delta Cafés participou na segunda edição da Clássica da Arrábida, prova pontuável para o Troféu Liberty Seguros 2018 que se realizou este domingo na península de Setúbal.

Vento, chuva e uma forte presença de Atletas internacionais endureceram uma corrida que à partida prometia algumas dificuldades especiais, como três troços de terra batida e quatro contagens de montanha distribuídas pelos 145 quilómetros do percurso.

Com inicio em Sesimbra, o primeiro terço da corrida foi disputado a uma média que rondou os 49 kms hora, um ritmo elevado por imposição dum grupo de 19 ciclistas que ao quilómetro vinte encetaram a primeira fuga do dia. Na perseguição seguiam bem posicionados no pelotão os Atletas “torrienses” Iúri Leitão, Daniel Silva e Marvin Scheulen, mas à passagem do primeiro troço não asfaltado o primeiro foi vítima de queda coletiva que o obrigou a abandonar a prova.

Marvin Scheulen acabou por ser o elemento com melhor desempenho na equipa, mostrando já bastante maturidade entre os melhores da elite nacional. Terminou na 54ª posição a 7:44 do vencedor, o russo Dmitrii Strakhov da Lokosphinx. Daniel Silva, Marcelo Salvador e Diogo Bandeira também lograram alcançar a meta instalada em Setúbal, mas a curta percentagem de tolerância pré-estabelecida para esta prova (8%), que apesar das condições meteorológicas bastante adversas não foi revista, originou a desclassificação destes Atletas, situação que afetou cerca de 36% dos ciclistas que terminaram a prova com diferenças de apenas 20 a 30 minutos para o primeiro classificado.

Para Marvin Scheulen “foi uma corrida muito exigente em todos os aspetos, tanto a nível do terreno como climatérico. Foi uma verdadeira clássica! onde era preciso estar muito bem fisicamente para chegar na frente. Infelizmente na última contagem de montanha não consegui acompanhar os melhores, mas consegui ainda assim um lugar honroso entre os sub-23. Espero continuar a evoluir como ciclista ao longo desta época para num futuro próximo poder ter uma palavra a dizer em corridas deste género.”

A equipa volta à estrada já na próxima quarta-feira dia 14 para disputar a 36ª Volta ao Alentejo, uma das mais exigentes provas da época com 5 etapas em linha e um contra relógio individual.

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here