publicidade

O Clube Sénior da Câmara Municipal de Torres Vedras completou a sua primeira década de existência.

O aniversário deste projeto municipal foi festejado no dia 29 de junho, no Solar da Silveira, com um almoço-convívio.

Na ocasião o presidente da Câmara Municipal de Torres Vedras, Carlos Bernardes, referiu no seu discurso a importância de levar a cabo no concelho de Torres Vedras políticas agregadoras que contribuam para a melhoria da qualidade de vida da população. Presentes na festa estiveram também a vereadora da área de Desenvolvimento Social da Câmara Municipal de Torres Vedras, Ana Umbelino, e vários presidentes de junta de freguesia do concelho de Torres Vedras.

Recorde-se que o Clube Sénior é um projeto de animação sociocultural que consiste na dinamização de espaços de educação não formal para munícipes com idades a partir dos 55 anos. Atualmente está a funcionar em 15 núcleos, envolvendo cerca de 260 membros, em A dos Cunhados, Sobreiro Curvo, Almagra, Dois Portos, Maceira, Matacães, Monte Redondo, Outeiro da Cabeça, Ramalhal, S. Domingos de Carmões, Assenta, Escravilheira, Boavista-Olheiros, Santa Cruz e Turcifal.

Das atividades realizadas recentemente no âmbito do projeto saliente-se a iniciativa “à conversa com…”, por meio da qual um painel de convidados deslocaram-se aos núcleos do Clube Sénior para abordar diversas temáticas, nomeadamente saúde, desenvolvimento local, consumo responsável, património, Europa e festas locais; as ações do respetivo serviço educativo que levaram a turmas do ensino pré-escolar e do 1.º ciclo do ensino básico contos sobre “Reis, rainhas, histórias e memórias”; as parcerias com a Galeria Municipal de Torres Vedras e a Fábrica das Histórias – Casa Jaime Umbelino, por meio das quais se realizaram atividades de impressão em cerâmica e recolhas de memórias; e visitas de caráter cultural e ambiental.

Atividades formativas, informativas, artísticas, sociais, de difusão cultural e de desenvolvimento cognitivo são os eixos da atividade do Clube Sénior.

Criado em 2007, este projeto pretendeu numa primeira fase abranger freguesias que não tinham uma resposta em termos de ocupação para os tempos livres dos idosos. Numa segunda fase o projeto avançou para freguesias onde já existiam instituições de apoio a idosos, mas proporcionando atividades para públicos diferentes das mesmas.

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.