publicidade

Durante a semana que passou em Torres Vedras, a comitiva de Wellington realizou visitas a vários pontos do Concelho e da região.

O município de Torres Vedras assinalou o 20º aniversário do Tratado de Geminação com Wellington. Uma exposição comemorativa das relações entre os dois municípios foi inaugurada no Edifício Multiserviços da Câmara Municipal de Torres Vedras no sábado, 9 de Junho, a que se seguiu um jantar comemorativo que contou com a presença de uma comitiva de cidadãos daquele município inglês.

Rosália Duarte, presidente da Associação de Intercâmbio Municipal – ASSIM, e Roger Nunn, presidente da Associação de Geminação de Wellington, deram início à cerimónia, destacando a importância das famílias de acolhimento, cujo contributo permite a realização dos intercâmbios e o reforço dos laços de amizade. José Augusto de Carvalho, presidente da Assembleia Municipal de Torres Vedras, lembrou que “as pontes nunca são demais” e que valorizar geminações como estas é “servir, à escala local, a coesão da Europa”. No início dos anos 90, foi José Augusto de Carvalho, enquanto presidente da Câmara Municipal de Torres Vedras, que deu o “primeiro passo” para a relação entre os dois municípios.

Carlos Bernardes, presidente da Câmara Municipal de Torres Vedras, afirmou que o futuro da Geminação “está assegurado pela união e cooperação existente entre ambos os municípios, seus representantes, comités de geminação, famílias de acolhimento e cidadãos.” O Autarca recebeu uma carta de Gary James, presidente da Câmara de Wellington, que, não podendo estar presente nas comemorações, escreveu realçando as relações de amizade desenvolvidas pelos dois municípios ao longo destes 20 anos.

Durante a semana que passou em Torres Vedras, a comitiva de Wellington realizou visitas a vários pontos do Concelho e da região. O Museu Municipal Leonel Trindade e o centro histórico de Torres Vedras, a Tapada de Mafra, a Quinta de São José, a Paisagem Protegida Local das Serras do Socorro e Archeira, o Centro Interpretativo das Linhas de Torres e o Dino Parque foram alguns dos pontos do roteiro da comitiva, que ainda assistiu ao espetáculo “Esta Dança Dava um Filme”, no Teatro-Cine de Torres Vedras.

No âmbito da visita, decorreu uma reunião de trabalho entre os Comités de Geminação de Torres Vedras e Wellington e foi descerrada uma placa evocativa na Rotunda de Wellington, na entrada norte da Cidade.

Sublinhe-se que foi sob orientação de Arthur Wellesley, Duque de Wellington, que as Linhas de Torres Vedras foram construídas. Este assume-se como um dos sustentáculos históricos desta Geminação, cujo Tratado foi assinado em Torres Vedras, a 5 de Junho de 1998, e em Wellington, a 17 de Outubro de 1999.

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.