Construção do IC11 Peniche - Lourinhã - Torres Vedras adiada pelo Governo
publicidade

IC11 faz a ligação entre o IP6 em Atouguia da Baleia, no concelho de Peniche, e o nó do Ameal da A8, no concelho de Torres Vedras.

A construção do Itinerário Complementar 11 não consta no Programa Nacional de Investimentos 2030 (PNI 2030) que o Governo vai apresentar no próximo mês à Assembleia da República. 

Na entrevista com o ministro Pedro Marques, publicada no sábado 22 de dezembro pelo semanário Expresso, é revelada a lista das grandes obras públicas para a próxima década e o IC11 está excluído.

No Programa Nacional de Investimentos 2030, a grande obra contemplada para a região Oeste é a continuação da electrificação da Linha do Oeste entre Caldas da Rainha e Louriçal (Pombal).

Ao longo de 26 quilómetros o IC11 faz a ligação entre o IP6 em Atouguia da Baleia, no concelho de Peniche, e o nó do Ameal da A8, no concelho de Torres Vedras.

Há vários anos que os autarcas da OesteCIM – Comunidade Intermunicipal do Oeste, têm vindo a defender a construção desta obra junto dos sucessivos governos e que já tinha expressado várias vezes esse desejo junto do actual Governo.

De acordo com o jornal Alvorada a justificação do lanço do IC11 estar no Plano Rodoviário Nacional deve-se ao facto da rede viária da região não assegurar, adequadamente, condições de conforto e segurança na circulação rodoviária entre as diferentes sedes de concelho. As vocações agrícolas e turísticas da Região Oeste são outras das justificações apresentadas para a necessidade de se melhorar a rede viária local.

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here