A conclusão da obra está prevista para o 1.º semestre de 2019.
publicidade

A conclusão da requalificação paisagística e ambiental da vala dos amiais está prevista para o 1º semestre de 2019 e da Extensão da rede de ciclovias em Torres Vedras para o 2º semestre do mesmo ano.

Realizou-se hoje, no Atelier dos Brinquedos, Parque do Choupal, em Torres Vedras, a cerimónia de assinatura dos contratos de empreitada da requalificação paisagística e ambiental da vala dos amiais e da extensão da rede de ciclovias em Torres Vedras.

Requalificação paisagística e ambiental da vala dos amiais

A requalificação paisagística e ambiental da vala dos amiais passa pela intervenção no espaço público envolvente ao antigo Matadouro Municipal, desenvolvendo-se entre os terrenos do Intermarché e a passagem hidráulica situada na rotunda existente junto à Ermida de Nossa Senhora do Ameal.

Está previsto a criação de uma zona de estadia e de lazer, com mesas e bancos sombreados com pérgulas, aparelhos de exercício e recreio para crianças, jovens e adultos e alguns bancos espalhados na zona relvada.

O projeto integra-se no PARU (Plano de Ação de Regeneração Urbana) e no PEDU (Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano) e foi assinado pelo presidente da câmara municipal de Torres Vedras, Carlos Bernardes e a empresa Constradas-Estradas e Construção Civil SA, por Cláudia Nascimento.

A conclusão da obra está prevista para o 1.º semestre de 2019.

Extensão da rede de ciclovias em Torres Vedras

O alargamento da rede de ciclovias da cidade de Torres Vedras tem como objetivo principal assegurar condições de acessibilidade, comodidade, conforto e segurança de forma a criar uma maior atratividade para a sua utilização.

As artérias de Torres Vedras que futuramente serão abrangidas pela sua rede de ciclovias são: Avenida da Liberdade, Rua do Clube de Ténis, Rua António Leal d’Ascenção, Rua Vítor Cesário da Fonseca, Rua Maria Barreto Bastos, Rua Campo da Várzea, Rua Luís Augusto Albino, Rua Raimundo Porta, Rua São Gonçalo de Lagos, Rua António Batalha Reis, Rua Santos Bernardes, Rua Dr. Ricardo Belo, Rua dos Bombeiros Voluntários, Rua António Augusto Cabral, Rua Dr. Mário Sousa Dias, Praça Dr. Francisco Sá Carneiro, Rua Venerando Matos e Rua Ana Maria Bastos.

A rede de ciclovias de Torres Vedras será composta por três tipos de ciclovias que diferem entre si pelo nível de segregação em relação à circulação rodoviária: corredor segregado da faixa de circulação automóvel implantado na plataforma da via e devidamente demarcado, podendo ser unidirecional ou bidirecional; corredor implantado ao nível do passeio e segregado da zona de circulação pedonal; e corredor partilhado com veículos motorizados com velocidade controlada de 30Km/h.

A conclusão da obra está prevista para o 2.º semestre de 2019.

Crédito de Imagens: Câmara Municipal de Torres Vedras

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here