Covid-19: Alenquer cria Fundo de Apoio à Economia Local com 1,5ME
publicidade

A Câmara de Alenquer anunciou hoje um Fundo de Apoio à Economia Local com 1,5 milhões de euros para ajudar as empresas do concelho a retomarem a atividade no âmbito das medidas de desconfinamento da pandemia.

O Fundo Financeiro de Apoio à Economia Local é “complementar aos apoios já avançados pelo Estado” e surge para “auxiliar as empresas e microempresas do concelho neste regresso à atividade”, refere em comunicado o município, no distrito de Lisboa.

Para a autarquia, “após uma paralisação quase generalizada das atividades económicas durante um período de cerca de mês e meio, como medida de contenção da covid-19, torna-se necessário o retomar com responsabilidade das atividades laborais”.

Um milhão de euros está disponível para apoiar as atividades de retoma de microempresas na área da restauração, comércio a retalho e prestação de serviços.

Estabelecimentos explorados por empresários em nome individual, trabalhadores independentes ou sócios-gerentes que aí exerçam diretamente a sua atividade, sem trabalhadores a seu cargo, podem receber um apoio de 300 euros, durante os meses de abril, maio e junho.

O apoio passa a ser de 300 euros por posto de trabalho, até 1.800 euros, para empresas com até dois postos de trabalho.

Meio milhar de euros, o equivalente a 25% da receita da derrama de 2019, estão também disponíveis para apoios a empresas que pagaram derrama e recorreram ao ‘lay-off’ simplificado.

O apoio visa pagar os 30% dos salários que cabe à empresa assegurar no âmbito do regime de ‘lay-off’.

A autarquia vai devolver a estas empresas o valor que pagará de derrama em 2019.

As candidaturas ao fundo podem ser apresentadas até 30 de junho.

Alenquer regista 46 casos de infeção confirmados, dos quais 29 estão ativos e 17 recuperados.

Grande parte dos casos ativos está relacionada com o surto na empresa Avipronto, na Azambuja, onde trabalham cidadãos do concelho, alguns dos quais testaram positivo à covid-19 e infetaram familiares, disse à agência Lusa o presidente da câmara, Pedro Folgado.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 294 mil mortos e infetou mais de 4,3 milhões de pessoas em 196 países e territórios.

Mais de 1,4 milhões de doentes foram considerados curados.

Em Portugal, morreram 1.175 pessoas das 28.132 confirmadas como infetadas, e há 3.182 casos recuperados, de acordo com o balanço de quarta-feira da Direção-Geral da Saúde.

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here