Covid-19: Dois idosos mortos e mais de meia centena de casos positivos em Alcobaça
publicidade

Alcobaça é hoje o concelho do distrito de Leiria com mais casos de covid-19 confirmados, registando a morte de dois utentes da misericórdia de Aljubarrota e o internamento de outros cinco dos 29 que testaram positivo.

“Há a lamentar a morte de dois idosos, com 71 e 78 anos, que se encontravam internados no Hospital de Leiria”, disse à agência Lusa o presidente da câmara de Alcobaça, Paulo Inácio.

No hospital de Leiria continuam internados outros cinco utentes, na sequência de um surto detetado no lar da Santa Casa da Misericórdia de Aljubarrota, no concelho de Alcobaça, onde 29 dos 35 idosos testaram positivo para a covid-19.

Na instituição, os testes à doença resultaram ainda positivos para 10 funcionários e dois familiares de trabalhadores.

Paulo Inácio disse hoje à Lusa que, “apesar de a situação ser preocupante, não há indícios de que o surto se tenha espalhado pela comunidade, parecendo, para já, contido com as medidas de prevenção que foram tomadas”.

Entre elas, a realização de testes a todos os utentes da valência de Apoio Domiciliário da instituição.

Dos 44 testes realizados até hoje, “todos tiveram resultado negativo”, afirmou o autarca, acrescentando que, na terça-feira, ficarão concluídos os testes aos restantes 33 utentes.

O surto na misericórdia de Aljubarrota fez, na última semana, disparar o número de casos de infeção no concelho que, segundo o relatório de situação da Proteção Civil de Leiria, é hoje o concelho do distrito com mais casos registados (105).

Destes, 44 pessoas recuperaram, 57 mantém-se ativos e quatro pessoas morreram.

Na área da Comunidade Intermunicipal do Oeste (OesteCim) Alcobaça é o segundo concelho mais afetado pela pandemia, depois de Alenquer, com 182 casos confirmados, dos quais 76 ativos e 106 recuperados, segundo o último boletim epidemiológico, divulgado hoje.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 468 mil mortos e infetou quase 9 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 1.534 pessoas das 39.392 confirmadas como infetadas, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here