Covid-19: Hospitais do Oeste com menos 30% de afluência nas urgências
publicidade

A afluência às urgências de Torres Vedras e Caldas da Rainha de cidadãos infetados pela covid-19 ou com sintomas suspeitos baixou 30%, disse hoje a administradora do Centro Hospitalar do Oeste (CHO).

“Temos tido bastante menos afluência às urgências”, afirmou Elsa Baião, que quantificou essa redução por comparação às últimas semanas.

Devido a vários surtos em lares da região, a urgência de Torres Vedras foi das primeiras do país a registar, em janeiro, filas de mais de 10 ambulâncias em espera.

Nas enfermarias dedicadas à covid-19 em Torres Vedras e Caldas da Rainha, estão hoje ocupadas 134 das 142 camas existentes, motivo pelo qual o CHO deixou de transferir doentes para outros hospitais.

Na quarta-feira, o internamento dedicado à covid-19 ainda estava todo lotado.

O CHO não possui unidade de cuidados intensivos, o que obriga também a transferir doentes mais críticos para outras unidades.

Nos últimos meses, a capacidade de internamento para doentes covid-19 aumentou, tendo atingido as 142 camas (80 em Torres Vedras e 62 nas Caldas da Rainha), o que representa 59% de todo o internamento nas duas unidades.

O aumento da área de internamento para doentes covid-19 nos dois hospitais só foi possível porque “há menos doentes não-covid do que noutros períodos”, explicou Elsa Baião.

“A maioria são camas cirúrgicas e, como não há cirurgias, os doentes ocupam menos camas”, explicou.

Uma vez que as consultas e as cirurgias programadas estão suspensas, também os profissionais afetos a esses serviços têm sido “deslocados e as equipas ajustadas de acordo com as necessidades”.

O CHO apelou para que os cidadãos se dirijam de preferência aos centros de saúde da região de modo a que os hospitais respondam apenas a casos de doença aguda.

Devido à falta de profissionais de saúde, o CHO ainda não conseguiu abrir uma enfermaria para doentes não-covid no hospital de Peniche.

O Centro Hospitalar do Oeste integra os hospitais de Caldas da Rainha, Torres Vedras e Peniche, tendo uma área de influência constituída pelas populações dos concelhos de Caldas da Rainha, Óbidos, Peniche, Bombarral, Torres Vedras, Cadaval e Lourinhã e de parte dos concelhos de Alcobaça e de Mafra. Estes concelhos dividem-se entre os distritos de Lisboa e Leiria.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 2.316.812 mortos no mundo, resultantes de mais de 106 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 14.158 pessoas dos 765.414 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here