Covid-19: Surto em explorações hortofrutícolas de Torres Vedras passa de 23 para 32 infetados
publicidade

O surto de covid-19 entre trabalhadores de explorações agrícolas pertencentes a empresas hortofrutícolas de A-dos-Cunhados, no concelho de Torres Vedras, aumentou de 23 para 32 infetados, segundo o mais recente boletim epidemiológico municipal.

“O ‘cluster’ de casos de covid-19 associados a trabalhadores agrícolas apresenta 32 casos ativos de infeção por SARS-CoV-2, registando cinco novos casos confirmados”, refere o boletim, que acrescenta que “todos os casos ativos pertencem à União das Freguesias de A-dos-Cunhados e Maceira”.

Na segunda-feira, existiam 23 trabalhadores infetados associados a este surto.

Uma vez que os trabalhadores infetados são de nacionalidade estrangeira, e por partilharem as mesmas habitações, não tinham condições de ficar a recuperar em casa, pelo foram realojados pela Proteção Civil no Centro Diocesano e Espiritual do Turcifal, no mesmo concelho, disse fonte oficial do município.

Como forma de conter a propagação do novo coronavírus entre a comunidade, 135 trabalhadores foram transferidos para o Hotel Golf-Mar, em Porto Novo, para cumprirem isolamento profilático.

De acordo com o mais recente boletim epidemiológico, Torres Vedras, no distrito de Lisboa, possui 225 caos suspeitos a aguardar os resultados laboratoriais e 636 contactos sob vigilância ativa das autoridades de saúde.

A mesma fonte adiantou que a maioria deles estão associados ao surto nas explorações agrícolas.

Desde que a pandemia começou, Torres Vedras contabiliza 950 casos confirmados, dos quais 205 estão ativos, 727 recuperaram e 18 morreram, indica o boletim.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.339.130 mortos resultantes de mais de 55,6 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 3.632 pessoas dos 236.015 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

publicidade

Artigo anteriorEnoteatro abre portas no Teatro-Cine de Torres Vedras
Próximo artigoCovid-19: Sobral de Monte Agraço abre centro de rastreio
Agência Lusa
A Lusa é a maior produtora e distribuidora de notícias sobre Portugal e o mundo, em Língua Portuguesa. A Lusa acompanha a atualidade nacional e internacional a cada segundo, e distribui informação em texto, áudio, foto e vídeo. A rede Lusa de correspondentes cobre geograficamente todo o país e está presente em 29 de países do mundo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui