Criação de Centro de Estudos de Economia Social em Torres Vedras
publicidade

O Centro pretende apoiar a promoção da Economia Social no Concelho e as actividades que o Município desenvolve neste âmbito.

Foi na manhã de ontem, na Câmara Municipal de Torres Vedras, que foi assinado o acordo que visa a criação do Centro Torriense de Estudos de Economia Social.

O Centro tem como objectivo apoiar a promoção da Economia Social no Concelho e as actividades que o Município desenvolve neste âmbito.

A coordenação das actividades e iniciativas fica à responsabilidade do Padre Vítor Melícias, presidente do Congresso Nacional de Economia Social e ex-presidente do Centro de Estudos de Economia Pública e Social – CEEPS, e de Luís Reto, ex-reitor do ISCTE e ex-presidente do CEEPS, duas das personalidades que deram forma ao acordo.

O secretariado fica a cargo da Câmara Municipal de Torres Vedras.

Além do Padre Vítor Melícias e de Luís Reto também o presidente da Câmara, Carlos Bernardes, Jorge de Sá, presidente do CEEPS, e Jan Olsson, presidente da Rede Europeia de Cidades e Regiões para a Economia Social – REVES assinaram o acordo.

A sessão de assinatura contou ainda com a presença de José Alberto Pitacas, vice-presidente do CEEPS, e de Ana Umbelino, vereadora da Cultura e do Desenvolvimento Social da Câmara Municipal de Torres Vedras.

No âmbito do Centro Torriense de Estudos de Economia Social será criado um acervo bibliográfico e documental sobre o tema, administrado pela Câmara Municipal de Torres Vedras. Sublinhe-se que o Município é a primeira entidade portuguesa a integrar a REVES (Rede Europeia de Cidades e Regiões para a Economia Social), tendo aderido à Rede em 2016.

Créditos de imagem: Câmara Municipal de Torres Vedras

 

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here