O Dia Nacional das Linhas de Torres (20 de outubro) foi pela primeira vez comemorado.

Criado a 17 de outubro do ano transato pela Assembleia da República, constitui-se como uma justa homenagem à memória da resistência do povo português aos exércitos napoleónicos aliada à estratégia e engenharia militar utilizada contra os mesmos na Guerra Peninsular, nomeadamente na terceira invasão francesa.

No âmbito desta efeméride cerca de 475 crianças e jovens do concelho (alunos do Centro Educativo de Dois Portos, da Escola Básica de S. Pedro da Cadeira e da Escola Básica Integrada Padre Vítor Melícias e jovens da Orjariça integrados no projeto Farol) visitaram na manhã do dia 20 de outubro locais que fazem parte das Linhas de Torres Vedras, nomeadamente os fortes da Feiteira, de S. Vicente, do Grilo e do Passo. Aí realizaram um jogo alusivo às Linhas de Torres Vedras e escutaram uma explicação sobre a história e as caraterísticas das respetivas obras militares.

Os outros municípios da Rota Histórica das Linhas de Torres (Sobral de Monte Agraço, Mafra, Loures, Arruda dos Vinhos e Vila Franca de Xira) realizaram atividades semelhantes, tendo, dessa forma, se formado um cordão ao longo do referido sistema de fortificações.

Ainda no dia 20 de outubro teve lugar na Sala dos Atos Académicos do Convento de Mafra a sessão solene comemorativa da mencionada efeméride, a qual incluiu uma conferência intitulada “As Linhas de Torres, Waterloo e a construção da Europa”, proferida por Abílio Lousada, o que foi antecedido da apresentação do Dia Nacional das Linhas de Torres pelo presidente da Direção da Rota Histórica das Linhas de Torres, José Alberto Quintino.

Mais informação sobre atividades relacionadas com o bicentenário das Linhas de Torres Vedras podem ser obtidas a partir deste site.

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here