publicidade

A Dianova e o Comité de ONG de Saúde Mental de NY juntam-se à campanha mundial da OMS sobre saúde mental no local de trabalho.

“Um estudo recente realizado pela Organização Mundial de Saúde estima que transtornos de ansiedade e depressão custam à economia mundial USD 1 trilhão/ano em perda de produtividade.”

O Dia Mundial da Saúde Mental é celebrado no dia 10 de outubro e tem por objetivo geral consciencializar e mobilizar esforços de apoio a uma melhor saúde mentalA saúde mental no local de trabalho é o tema selecionado pela OMS para o Dia Mundial da Saúde Mental de 2017.

Durante a nossa vida adulta, passamos uma grande parte do nosso tempo no trabalho.  A nossa experiência no trabalho constitui um dos fatores que determina o nosso bem-estar geral.

No século XXI, a saúde mental e o bem-estar dos funcionários são cruciais para o sucesso das suas organizações. Para isso, empresários, gestores e responsáveis de recursos humanos devem promover uma saúde mental positiva no local de trabalho, compreender e prevenir situações que provocam stress e outros problemas de saúde mental, apoiar os trabalhadores que sofrem de algum desses problemas e desenvolver políticas eficazes para reintegrar e dar trabalho à pessoas que sofreram problemas de saúde mental. Um ambiente de trabalho negativo pode levar a problemas de saúde física e mental, bem como ao abuso de substâncias ou álcool, absentismo e perda de produtividade.

Os transtornos de depressão e ansiedade são transtornos mentais comuns que influenciam a nossa capacidade de trabalhar e de o fazer de forma produtiva. A nível mundial, mais de 300 milhões de pessoas sofrem de depressão, a principal causa de incapacidade. Mais de 260 milhões vivem com transtornos de ansiedade. Muitas dessas pessoas vivem com os dois transtornos.

Na última década, Rede Internacional Dianova tem-se centrado na educação e promoção da saúde através da implementação de campanhas internacionais de consciencialização social dos riscos associados ao abuso de drogas ilegais ou legais e das dependências sem substâncias por parte de jovens, pais/famílias e utilizadores de drogas.

Através desta campanha a Rede Dianova, presente em três continentes e 18 países, pretender dar, este ano, visibilidade a esta questão e reivindicar recursos adaptados às pessoas responsáveis pela formulação de políticas.

Além dos membros da Rede Internacional Dianova, a campanha terá uma divulgação mais ampla nos EUA porque será realizada em parceria com o Comité de ONG de Saúde Mental, com sede em Nova Iorque, além de contar com a participação de organizações como a Associação Americana de Psiquiatras, a Sociedade Internacional para o Estudo do Trauma e a Dissociação, a Associação Internacional de Psicanálise, o Conselho Internacional de Enfermeiros e o NIGH iniciativa para a Saúde Mundial.

Entre  9 e 13 de outubro , por meio de imagens com mensagens e incentivos à ação,  a campanha convida  o público a seguir uma série de recomendações em matéria de saúde mental, assim como a partilhar as mensagens com terceiros através dos seus canais, disponibilizando matériais gráficos e conteúdos na seguinte página na internet:  www.dianova.ngo 

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.