publicidade

A Dolce Furadouro continua a levar a sua camisola e o seu espírito aos mais diversos trilhos do país. Desta vez estivemos no Trail do Zêzere e no Arruda Trail Run.

Sábado (14/11) ainda o sol mal nascia e já mais de 200 atletas se lançavam para 70km de trilhos pelas margens do Rio Zêzere, horas mas tarde era a vez de muitos outros partirem para as distâncias de 20 e 35km. O Trail do Zêzere em Ferreira do Zêzere começa a tornar-se uma as provas a não perder no nosso pais. Uma organização do Clube de Atletismo de Ferreira do Zêzere que esteve ao mais alto nível. Trilhos de grande qualidade e dificuldade, abertos de propósito para o evento, com vistas magnificas sobre a albufeira de Castelo de Bode, marcações do percurso irrepreensiveis (onde todos os kms estavam identificados), abastecimentos de qualidade, apenas pecando por escasso o abastecimento final. A prova decorreu debaixo de uma sol de Outono constante que dificultou ainda mais a vida aos atletas e que em conjunto com a dureza do percurso levou à desistência de muitos atletas.

A Dolce Furadouro esteve presente em todas as distâncias. Na prova mais longa (70km) Ricardo Vitorino (11h 8m) e Bruno Mota (12h 33m) terminaram a prova, infelizmente o Atleta João Santos teve de abandonar a mesma, numa altura em que seguia em 5º lugar, devido a complicações gástricas que o impossibilitaram de se alimentar a partir dos 30km.

Já nos 35km Margarida Roldão e Nelson Dias demonstraram o verdadeiro espírito de entreajuda que norteia a Dolce Furadouro, tendo-se apoiado durante toda a prova para superar este exigente desafio, completando-a em 6 horas e 53 minutos. Na prova de 20km, que apesar da curta distância passava nos locais de maior beleza e dificuldade do percurso, Romina Guedes (3h 2m) e Andreia Sousa (3h 59m) foram as bravas representantes da Dolce Furadouro numa prova onde as mulheres estavam em grande maioria.

Domingo (15/11) mais um contingente da Dolce Furadouro se fez aos trilhos, desta vez aqui bem perto na Arruda dos Vinhos. Primeira edição desta prova que deu a conhecer as belezas paisagísticas e naturais deste vale encantado e à qual São Pedro também se associou presenteando os atletas com um belo dia de sol, até com algum calor a mais tal como no dia anterior.

A Prova ficou marcada por alguma confusão na parte inicial devido à passagem nas “cataratas” da Arruda que provocaram grande congestionamento logo nos primeiros kms.

A Dolce Furadouro esteve representada na prova de 14km por duas estreantes com as suas cores mas que deram muito boa conta de si. Carolina Pereira e Francisca Moreira respectivamente 2ª e 3ª Sub 23.

Já na prova de 25km Ivo Santos (17º Sénior), Gonçalo Carregueiro (19º Sénior) e Alexandre Santana (29º M40) terminaram a prova, tendo Fábio Vicente infelizmente desistido devido a lesão e Paulo Paredes, ao verificar que se tinha enganado em parte do percurso e numa atitude de grande desportivismo, solicitado à organização para não ser qualificado preservando a verdade desportiva.

Assim terminou mais um fim de semana de corrida, divertimento, natureza e companheirismo para a equipa apoiada por: Dolce Campo Real, ACRD Furadouro, Bicibike, Fisiotorres e Digitalcolor.

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.