Época balnear 2018: número mais baixo de intervenções em 7 anos