Época balnear no concelho de Torres Vedras abre a 15 de junho
publicidade

O presidente da Câmara Municipal de Torres Vedras, Carlos Bernardes, apresentou “o trabalho que tem vindo a ser desenvolvido para a época balnear que se aproxima”.

De 15 de junho a 15 de setembro o concelho de Torres Vedras está em época balnear. Numa conferência de imprensa, realizada ontem no apoio de praia da Praia Azul, o presidente da Câmara Municipal de Torres Vedras, Carlos Bernardes, apresentou “o trabalho que tem vindo a ser desenvolvido para a época balnear que se aproxima”.

Carlos Bernardes começou por destacar o apoio da Câmara Municipal na dinamização de curso de nadadores-salvadores a ocorrer no concelho de Torres Vedras com data de conclusão programada para o dia 11 de junho. Segundo o edil, após a conclusão do programa todas as praias balneares do concelho vão ter “nadadores-salvadores para assegurar a vigilância a partir de dia 15”.

A grande novidade para a época balnear deste ano é a vigilância através de parapente. Numa parceria entre a Câmara Municipal e a Associação de Parapente Paravoar, três pilotos de parapente licenciados vão sobrevoar todos os dias o litoral do concelho, dando prioridade às praias não vigiadas.

Este modelo de vigilância está integrado no projeto municipal “Praia Segura”, que tem, desde 2009, uma viatura todo-o-terreno, com dois nadadores-salvadores, a percorrer todos os dias as praias do concelho, durante a época balnear.

Também pela primeira vez, as concessões das praias do Centro (Búzio e Meduza) e da Física (Noah), em Santa Cruz, foram certificadas garantindo aos banhistas a “sustentabilidade ambiental a todos os níveis”, explicou o autarca.

No âmbito do trabalho desenvolvido em torno das acessibilidades às praias, vai ser colocado um pavimento tátil nos acessos à entrada acessível das nove praias acessíveis com a particularidade de ser de cor verde. Deste modo, a rugosidade do pavimento tátil alerta o invisual para a entrada e a cor verde contrastante na zona envolvente alerta o utente com problemas de visão.

O projeto “colorADD” vai continuar nas praias concessionadas do Concelho. Trata-se de um sistema inovador, criado pelo designer Miguel Neiva, que ao ser aplicado às bandeiras de estado do mar e aos contentores de recolha seletiva de resíduos, permite a inclusão dos banhistas que não identificam corretamente as cores (os daltónicos).

À semelhança dos anos anteriores, a GNR vai implementar o programa “Turismo Seguro”, com o reforço de oito a 10 militares por dia nas zonas costeiras, a pé, a cavalo ou de bicicleta, para assegurar o policiamento de proximidade e prestar informações aos turistas em português e inglês.

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here