Escola de Karting do Oeste volta a vencer no Campeonato de Portugal de Karting KIA
publicidade

Com três pilotos, a Escola de Karting do Oeste teve um desempenho bastante positivo na 2ª etapa do Campeonato de Portugal de Karting KIA.

Com três pilotos divididos pelas categorias Iniciação, Cadetes e Júnior, a Escola de Karting do Oeste tornou a estar em muito bom nível no Campeonato de Portugal de Karting KIA, cuja 2ª etapa foi disputada no passado fim de semana, no Kartódromo de Fátima.

O ponto alto da prestação da equipa foi a vitória de Romeu Mello na Iniciação, mas os desempenhos de Diogo Caetano na Cadetes e Santiago Ribeiro na Júnior também foram bastante positivos.

Romeu Mello levou o Birel ART à vitória na categoria Iniciação. Numa prova que foi marcada pela instabilidade atmosférica, com a pista sempre escorregadia em virtude de alguns aguaceiros e muita humidade, a prestação dos pilotos foi sempre muito difícil, assim como a das equipas, sempre com decisões a tomar na escolha de pneus.

No primeiro dia de provas, Romeu Mello foi 3º nos treinos cronometrados (1m23.272s) e na 1ª manga de qualificação não conseguiu melhor que o 4º posto. No Domingo, no entanto, o jovem piloto esteve ao mais alto nível, começando por ser segundo na derradeira manga de qualificação. Na Final, Romeu Mello esteve imperial, assumindo a primeira posição na segunda das cinco voltas da corrida, partindo para uma esforçada vitória.

Representando a EKO na categoria Cadetes, Diogo Caetano levou o Birel ART ao 8º tempo nos treinos cronometrados (53.704s), entre os 18 pilotos que correram em Fátima. Na 1ª manga de qualificação garantiu o 7º lugar e prosseguiu muito esforçado no Domingo, embora não tenha começado bem o dia, sendo 12º na 2ª manga de qualificação, em virtude de uma penalização. Na Final, recuperou até onde foi possível, vindo a concluir no 9º lugar.

Na categoria Júnior, Santiago Ribeiro também se exibiu em muito bom nível no Birel ART. Depois de assegurar o 3º melhor tempo nos treinos cronometrados (47.858s) entre os 14 participantes, Santiago Ribeiro sofreu com a pista escorregadia na 1ª manga de qualificação, concluindo no 7º posto. No Domingo, foi 6º na segunda manga de qualificação, o que lhe garantiu essa mesma posição na grelha de partida da Final. Na corrida mais importante do fim de semana de Fátima, Santiago Ribeiro acabou por não ser feliz, abandonando após ter isolado a vela do seu Birel ART na volta de apresentação. 

O fim de semana foi para nós de sensações agridoces”, disse Nuno Inácio, responsável máximo da Escola de Karting do Oeste. “Na categoria Júnior, o Santiago Ribeiro esteve fortíssimo todo o fim de semana, sempre o mais rápido, em qualquer condição, chuva ou seco. Fizemos uma boa sessão de cronometrados, ele esteve com a pole até aos últimos dois minutos do treino. Arrancou em 3º, a partida da primeira manga foi má, pois o piloto que estava à sua frente ficou parado e aí comprometeu-se tudo. A tentar ultrapassar o piloto à sua frente perdeu momentaneamente o controlo do kart e caiu para último. Mesmo assim recuperou até 7º. Na 2ª manga arrancou em 7º e ganhou na corrida um lugar. Na Final, saía de 6º e tínhamos ambições de um bom resultado pois ele estava com bom ritmo, mas a vela isolou na volta de apresentação. Ele esteve todo o fim de semana muito forte, mas ainda lhe falta traquejo em corrida.” Sobre os outros dois pilotos da equipa, Nuno Inácio disse, “O Diogo Caetano teve sempre muitas dificuldades, porque treinou a prova sempre à chuva e nunca se conseguiu adaptar à pista de Fátima no molhado. Quando a pista secou andou melhor, mas na realidade não acho que as coisas lhe tenham corrido bem e essencialmente penso que não se adaptou a esta pista. O Romeu Mello, inicialmente as coisas estavam a correr mal, não se entendeu também com a pista no molhado, treinou pouco à chuva. Quando as condições começaram a melhorar, inicialmente também não estava a andar bem, nos treinos e na 1ª manga fez alguns piões e andou pelas últimas posições, na 2ª manga já foi 2º e na Final com a pista seca foi muito forte e assim que se apanhou na frente foi 1º até ao fim. Foi o piloto no final que nos trouxe o resultado mais positivo.”

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here