publicidade

O espaço público envolvente aos bairros Floresta, Reis e Barreto, em Torres Vedras, foi recentemente intervencionado no âmbito do programa “Encosta – Regeneração Urbana e Social da Encosta de São Vicente”.

Sendo também uma operação integrada no PARU (Plano de Ação de Reabilitação Urbana) e no PEDU (Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano), esta intervenção abrangeu uma área de cerca de 2.450 m2, tendo representado um investimento de 437.143,34 euros, o qual foi financiado pela União Europeia em 363.965,60 euros (por meio do Programa Operacional Regional do Centro/Portugal2020, através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional).

Tendo-se desenvolvido numa encosta de declive acentuado, a intervenção apresenta como eixo central uma escadaria, a qual parte, precisamente, da Rua das Escadas. Esta escadaria conduz a uma praça intermédia, sendo que a envolver a mesma foi construído, a norte, um anfiteatro, o qual proporciona uma ampla vista sobre a cidade de Torres Vedras e permite a realização de diversas atividades ao ar livre, organizadas ou informais. Para além do acesso através da escadaria, esta praça conta com outros dois acessos, que se efetivam por meio de rampas (um deles ainda não está disponível, já que depende da conclusão da instalação de um elevador que permitirá também aceder ao futuro espaço expositivo do Pólo Social e Cultural, que está a ser construído).

A acompanhar o anfiteatro, e no seguimento das escadas que ligam a praça central à zona mais baixa, foi construída uma escadaria que leva a uma plataforma superior, a qual se formaliza numa pequena praça definida por muretes e envolvida por canteiros de plantas ornamentais, onde foi criada uma zona de estadia com a plantação de árvores e a instalação de mesas e bancos. Junto a esta praça são disponibilizados quatro lugares de estacionamento.

A área abrangida por esta obra é composta na sua maioria por vegetação. Os taludes resultantes da intervenção e que fazem a ligação entre os vários níveis altimétricos foram revestidos com estrato herbáceo e arbustivo. Nesses taludes foram ainda plantados elementos arbóreos que permitem criar zonas de sombra junto a alguns locais onde é possível uma estadia informal. Foi também instalada iluminação artificial em vários pontos da área intervencionada. 

De frisar que a mancha de vegetação instalada contribuirá de forma significativa para a melhoria da estrutura ecológica urbana na respetiva zona da cidade de Torres Vedras. 

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here