publicidade

O Maxial foi o local escolhido para a terceira sessão descentralizada do executivo municipal, que se realizou ontem.

Após a intervenção de boas vindas do presidente da União das Freguesias do Maxial e Monte Redondo, Celso Carvalho, houve lugar no início desta sessão a intervenções do público, nomeadamente dos cidadãos Carla Teotónio e Orlando Duarte, que questionaram o executivo municipal sobre situações relacionadas com o licenciamento de um espaço comercial e um processo de partilhas.

De seguida tomou a palavra o vereador Sérgio Cipriano que voltou a referir a importância da descentralização das sessões públicas do executivo municipal e deste órgão se deslocar ao interior do concelho. Seguidamente questionou o presidente da Câmara Municipal sobre um conjunto de situações, nomeadamente: o estudo sobre mobilidade que está a ser elaborado pelo Município; o estado do parque infantil do Parque Verde da Várzea; o futuro funcionamento da pista do Paul; a modernização da Linha do Oeste; as descargas de esgotos que se têm verificado em Porto Novo e no Vimeiro; e o não funcionamento da estação elevatória da Abrunheira.

Carlos Bernardes responderia mais tarde às questões do representante da CDU no executivo municipal explicando que: o referido estudo sobre a mobilidade está em curso; a intervenção de reabilitação do parque infantil do Parque Verde da Várzea será inaugurada no dia 24 de abril; o regulamento de utilização da pista do Paul está a ser desenvolvido; solicitou o agendamento de uma reunião ao ministro respetivo sobre a Linha do Oeste; se está a tentar encontrar uma solução com a administração do Hotel Golf Mar para o problema das descargas de efluentes em Porto Novo; se contactará a Câmara Municipal da Lourinhã para resolver o problema também de poluição que se verifica no Vimeiro; e a estação elevatória da Abrunheira espera uma certificação a CERTIEL para entrar em funcionamento.

Anteriormente, o vereador do PSD, Luís Aniceto, questionara o presidente da Câmara Municipal sobre a situação do prédio que está a ser construído junto ao Mercado Municipal de Torres Vedras. Carlos Bernardes esclareceu-o de que teve a garantia do respetivo empreiteiro de que a obra será retomada em breve.

Antes de esclarecer as questões dos vereadores, o presidente da Câmara Municipal anunciou algumas intervenções que vão ser realizadas no território da União das Freguesias de Maxial e Monte Redondo, nomeadamente relacionadas com o funil de ligação do Maxial à Ereira, os balneários a construir junto ao recinto desportivo da escola básica do 1.º ciclo do Maxial, o futuro museu a criar no espaço do antigo armazém da Macieira, a requalificação do largo da igreja do Monte Redondo, da capela da Folgorosa e da casa funerária de Vila Seca.

Da agenda de trabalhos desta reunião de Câmara constaram pontos com a aquisição de um terreno na Ponte do Rol para as futuras instalações da associação de solidariedade e ação social e do grupo desportivo local, bem como de um terreno para a instalação de uma estação elevatória no Casal do Pinheiro Manso, atribuições toponímicas, a contratação de funcionários e a atribuição de apoios financeiros a associações desportivas e recreativas e a freguesias do concelho.

A terminar a sessão houve ainda oportunidade para a munícipe Josefina Alberto questionar o executivo sobre um problema de saneamento básico que afeta a sua residência.

De referir a presença mais uma vez de vários cidadãos que se deslocaram à sede da respetiva união de freguesias para assistir à sessão descentralizada do executivo municipal.

As próximas sessões descentralizadas do executivo municipal terão lugar na Silveira e na Freiria.

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.