publicidade

No ano em que celebra 725 anos, a feira apresenta algumas novidades: O regresso dos animais e uma esplanada coberta na zona dos restaurantes.

A Feira de São Pedro em Torres Vedras tem como objetivo mostrar ao país as potencialidades do concelho e da região oeste, principalmente no que diz respeito à agricultura, comércio, indústria, turismo e atividades socio culturais.

Este ano a feira realiza-se entre os dias  28 de junho e 08 de julho e conta com 370 empresas e outras entidades com várias exposições de produtos e serviços, animação de rua, restaurantes, música, divertimentos, tasquinhas, artesanato e bares.

Ontem realizou-se a cerimónia de inauguração da Feira de São Pedro 2018 no Pavilhão Multiusos da Expotorres. Contou com a presença do presidente da Câmara Municipal de Torres Vedras, Carlos Bernardes, do presidente do Conselho de Administração da Promotorres, César Costa, e do secretário de Estado da Agricultura e da Alimentação, Luís Medeiros Vieira.

“A Feira de São Pedro é sem duvida nenhuma um elemento muito central e muito importante da história da cidade”, afirmou César Costa, Presidente do conselho de administração da Promotorres.

A renovada Feira de São Pedro, desde o início do milénio a realizar-se na Expotorres, acolhe todos os anos mais de 200 000 visitantes, de todas as zonas do país, cotando-se por isso no top 3 das maiores feiras generalistas nacionais.

No ano em que celebra 725 anos, a feira apresenta algumas novidades: O regresso dos animais e uma esplanada coberta na zona dos restaurantes.

Há 25 anos que não havia um espaço para os animais da “terra” na feira. “O regresso dos animais na quinta de São Pedro, era um desejo e uma expectativa de muitos daqueles que nos visitam e também dos torrienses”, revela César Costa.

A esplanada na área de restaurantes este ano é coberta “queremos acreditar que vai ser mais confortável que vamos poder desfrutar ainda melhor daquela que é a oferta gastronómica da feira”, continua o presidente da Promotorres.

Mais uma vez está instalado um ecrã gigante na zona de bares “que estou certo que os torrienses vão também ajudar a nossa seleção no caminho para mais uma conquista que há-de ser o titulo de campeão mundial, certamente!”, conclui.

Torres Vedras é o maior produtor de vinho nacional e o segundo maior Concelho em volume de negócios do setor agro-alimentar em portugal.

O Secretário de Estado da Agricultura com mais anos de experiência enquanto secretário de estado após o 25 de abril, Luís Vieira, disse que era “uma honra estar a partilhar com todos a realização de mais uma feira em Torres Vedras que se tem afirmado como um evento de dimensão, não só regional, mas também nacional”.

O secretário de estado felicitou ainda todos os expositores pelas iniciativas que trazem ao evento.

“Este ano na decisão do local para fazermos a abertura inaugural da nossa secular Feira de São Pedro, tive algumas dificuldades em encontrar o melhor local para o efeito… entendi que este era o espaço ideal, o espaço dedicado à nossa identidade, o espaço dos vinhos”, explicou o Presidente da Câmara Municipal de Torres Vedras, Carlos Bernardes.

O presidente aproveitou a ocasião para revelar algumas novidades, algumas apostas e projetos que estão a ser desenvolvidos, nomeadamente uma via rápida da auto-estrada A8 até às freguesias da Silveira e A-dos-Cunhados, Maceira.

“Estamos a trabalhar para que essa via possa ser integrada numa primeira fase, no âmbito do plano nacional de infra-extruturas 2020/2030. Porque todos os dias, desse mesmo território saem cerca de 250 camiões para abastecer Portugal e a Europa, passando no meio de pequenas povoações, causando constrangimentos e queremos a modernidade e a competitividade desse território”, afirmou Carlos Bernardes.

Esta via de acesso é uma proposta diferente da proposta apresentada por Marco Claudino, o líder do PDS de Torres Vedras, durante a sua campanha para Presidente da Câmara. Na altura propôs uma via rápida que ligasse Torres Vedras a Santa Cruz com acesso à auto- estrada A8 através de Paio Correia.

Em 2017 foram mais de 230 000 visitantes, fazendo também desta edição, uma das mais visitadas da última década.

O Presidente da Republica, Marcelo Rebelo de Sousa, estava convidado para estar presente na inauguração da feira mas devido à deslocação aos EUA foi lhe impossível “mas transmitiu um abraço forte e fraterno para todos”, revelou carlos Bernardes.

publicidade

1 COMENTÁRIO

  1. Já agora também gostava de saber o que o município de Torres Vedras pensa do estado calamitoso em que se encontra a estrada nacional n. 9 entre T. Vedras e a freguesia da Carvoeira. Cheia de remendos e buracos. Parece uma estrada para carros bois. Ainda não vi no nosso país uma estrada em tão mal estado. Para quando a sua requalificação?

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here