Feira de São Pedro: deposição seletiva de resíduos aumentou na ordem dos 50%
publicidade

A Câmara Municipal de Torres Vedras revelou hoje os dados relativos à edição deste ano.

Oito toneladas de resíduos depositados seletivamente foram recolhidas na edição deste ano da Feira de S. Pedro.

O papel/cartão foi o tipo de resíduo mais depositado (4,5 ton.), seguido do plástico (1,8 ton.) e do vidro (1,7 ton.).

De realçar que em relação à edição de 2018 do evento verificou-se um aumento da deposição seletiva de resíduos na ordem dos 50%.

Recorde-se que esta contabilização relaciona-se com o facto da Feira de S. Pedro ser um “Eco Evento”, o que decorre de uma iniciativa homónima da Valorsul que desafia os municípios organizadores de eventos a solicitar aquela classificação para os mesmos, mediante o compromisso de redução do impacte ambiental resultante destes e de promoção da respetiva gestão adequada de resíduos. Como prémio, é atribuído um donativo a uma instituição, de acordo com o desempenho ambiental do evento.

O donativo relativo a esse desempenho da edição deste ano da Feira de S. Pedro, cujo valor ascende a 817,97 euros, será atribuído ao CAT – Renascer.

Recorde-se que os materiais recicláveis recolhidos de forma seletiva durante os “Eco Eventos” realizados na região são desviados de aterro e transportados para o centro de triagem da Valorsul, no concelho do Cadaval, onde são preparados para serem aceites por cada uma das indústrias de reciclagem respetivas, a quem serão entregues.

O Município de Torres Vedras agradece a todos os visitantes e expositores que participaram na Feira de S. Pedro e deram o seu contributo para a reciclagem dos resíduos produzidos no evento, reduzindo assim o seu impacte ambiental no respetivo território, e contribuindo para uma economia cada vez mais circular.

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here