publicidade

No dia 19 de maio, o PS Torres Vedras fez a apresentação do seu candidato à Junta de Freguesia de Sta. Maria, S. Pedro e Matacães no Parque do Choupal.

Francisco Martins, atual presidente desta JF, lidera uma equipa experiente e que, segundo Carlos Bernardes (candidato à Câmara Municipal), tem efetuado já um trabalho de excelência. De facto, para Francisco Martins, esta não é uma candidatura pessoal, mas do grupo de homens e mulheres que o acompanham, que representam toda a freguesia e para quem as pessoas estão na primeira linha das suas preocupações. Para José Augusto Carvalho (candidato socialista à Assembleia Municipal), uma das características do poder local é exatamente o espírito de entreajuda existente nas equipas em que não há quem vá à frente e quem siga atrás, mas sim elementos que andem lado a lado.

O candidato à JF manifestou o seu desejo de dar continuidade ao trabalho realizado e de manter uma relação de proximidade com a comunidade, destacando a Educação e o Associativismo como áreas de trabalho mais significativas.

Para Francisco Martins, numa freguesia com mais de 20 estabelecimentos de ensino e 1800 crianças entre o pré escolar e o 1º ciclo, a JF deve dar resposta às solicitações dos docentes, bem como deve estreitar parcerias e facilitar assim os processos inerentes à gestão escolar. Destacou o projeto de Psicologia nas Escolas realizado por esta junta de freguesia e que, muito e bem, tem servido as crianças, as famílias e os professores.

Quanto ao Associativismo, o candidato refere que, se as juntas de freguesia são um órgão próximo das pessoas, as associações o serão ainda mais. Acrescenta que as mais de 60 associações da freguesia poderão contar com ele porque Francisco e a sua equipa farão dos projetos das associações, os seus projetos; e a vontade das associações, a sua vontade.

O candidato não pôde deixar de referir o trabalho que a JF assegura que precisa continuar a assegurar, e que dá resposta às exigências do dia a dia, como reparações e corte de ervas no espaço público.

Para o próximo mandato, Francisco Martins diz querer contribuir para o desenvolvimento de mais emprego, apostando numa intervenção mais próxima junto do tecido industrial e comércio na freguesia. O seu compromisso é o de tratar as aldeias e a cidade de forma igual, continuando ao lado de todos.

Carlos Bernardes manifestou o seu apoio ao candidato, referindo ainda o seu plano para requalificar a entrada nascente da cidade, entre o aqueduto e o mercado municipal, incluindo o edifício do Instituto da Vinha e do Vinho. O Bairro da Floresta e o Bairro do Matadouro são também zonas que vão merecer uma intervenção, à semelhança do trabalho desenvolvido no Choupal e que o tornou uma zona emblemática da cidade.

Para José Augusto Carvalho, a diversidade da equipa de Francisco Martins é a sua grande riqueza. O ex Secretário de Estado acrescenta ainda que a Assembleia Municipal, enquanto órgão deliberativo, deverá ocupar-se da chamada reflexão estratégica: qual o caminho que tem seguido o nosso concelho, este território e os Torrienses? Qual o caminho que devemos seguir?

Para Francisco Martins, esse caminho é o de continuidade a trabalhar em prol da sua comunidade.

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.