Frois foi o mais regular em França
publicidade

Henrique Frois foi o atleta da Academia Joaquim Agostinho que mais se destacou na 45ª edição do “Tour de Gironde”.

Henrique Frois foi o atleta da Academia Joaquim Agostinho que mais se destacou na 45ª edição do “Tour de Gironde”, competição para juniores realizada este fim-de-semana na região francesa da Nova Aquitânia.

Com sede em Villenave D`Ornon, a competição gaulesa é como que uma “irmã” do Grande Prémio Internacional de Torres Vedras. As cidades comemoram 27 anos de geminação em 2019, partilhando entre si o gosto pela vinha, para além do ciclismo.
A prova iniciou com jornada dupla no sábado. Um contra-relógio de 7 kms pela manhã e uma viagem de 98 km`s entre Périssac e Cenon da parte da tarde. No contra-relógio matinal, destaque para André Silva que alcançou a melhor classificação da equipa na 31ª posição e ainda para o abandono prematuro de Miguel Carvalho, que chegou fora do tempo limite após alguns percalços durante o percurso.

Num pelotão composto por muitos dos melhores juniores espanhóis e franceses, esperava-se uma prova bastante competitiva e à 2ª etapa já se fazia notar um ritmo alto, com uma média final superior a 42 kms/hora. Henrique Frois andou sempre no grupo da frente, mas uma queda dos atletas que seguiam na sua dianteira antes da última descida para a meta levou-o a perder algum tempo, cruzando a meta na 42ª posição a 35 segundos do vencedor.

A 3ª e última etapa, com extensão de 118 km´s entre Landiras e Villenave-d’Ornon, foi marcada por muita chuva e várias quedas que acabaram por envolver três atletas da equipa torriense. Bernardo Jorge e André Silva perderam algum tempo e já não conseguiram recolar no grupo dianteiro, ao passo que Daniel Fortes alcançou o grupo da frente onde já seguia Henrique Frois e ai se mantiveram até ao final da etapa, onde cruzaram a meta 12 segundos depois do Francês Pierrick Bailleux, que venceu isolado.

Nas contas finais da competição, Henrique Frois foi o mais regular da equipa na 39ª posição a 1 minuto e 49 segundos do vencedor, o espanhol Carlos Rodriguez da Fundação Contador. Seguiram-se, Daniel Fortes em 73º, André Silva em 93º e Bernardo Jorge na posição imediata.

Cadetes na final da Taça de Portugal e Master no pódio

Os cadetes disputaram este fim-de-semana a grande final da Taça de Portugal da categoria. A competição realizou-se na Anadia e começou com um contra-relógio de 14 km`s no sábado. Daniel Luís foi o mais rápido da Academia torriense, gastando o tempo de 21 minutos e 46 segundos.

Para domingo estava guardada uma deslocação de 80 km`s entre a localidade de Fogueira e o Monte de Castro. Daniel Luís voltou a estar em destaque ao cruzar a meta na 17ª posição a escassos 21 segundos do vencedor. Rafael Andrade, também com um ótimo desempenho, chegou 11 segundos depois do colega de equipa na 33ª posição. 

Contados que estão os pontos totais da taça, Daniel Luís e Gonçalo Santo foram os mais regulares da equipa de Torres Vedras, classificando-se na 40ª e 41ª posição respetivamente. Seguiram-se Rafael Andrade em 55º, Mário Hipólito 64º, Pedro Martins 77º e Afonso Hermenegildo em 87º.

Nota ainda para a participação do master 60 Pedro Oliveira no mediofondo da Lousã, onde conquistou uma excelente 2ª posição no pódio da categoria. 

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here