Governo: Isabel Ferreira e Carlos Miguel no novo Ministério da Coesão Territorial
publicidade

O novo Ministério da Coesão Territorial, que vai ser liderado por Ana Abrunhosa, vai ter dois secretários de Estado: Carlos Miguel, como Adjunto e do Desenvolvimento Regional, e Isabel Ferreira, com a pasta da Valorização do Interior.

O primeiro-ministro apresentou ao chefe de Estado, Marcelo Rebelo de Sousa, uma equipa de Governo com 22 novos secretários de Estado, de acordo com uma nota publicada no portal da Presidência da República.

O novo secretário de Estado Adjunto e do Desenvolvimento Regional, Carlos Soares Miguel, era o anterior responsável pela Secretaria de Estado das Autarquias Locais (2015-2019).

Nascido em 1957, é licenciado em Direito e foi presidente da Assembleia Municipal e vereador e presidente da Câmara Municipal de Torres Vedras, cargo que exerceu entre 2004 e 2015.

Foi também presidente do conselho de administração dos Serviços Municipalizados de Água e Saneamento, vogal do conselho de administração da Águas do Oeste, S.A., e secretário da mesa de assembleia-geral da Valorsul, S.A..

Carlos Miguel foi também presidente da Comunidade Intermunicipal do Oeste e membro suplente do Conselho Económico e Social e integrou o Grupo Consultivo para a Integração das Comunidades Ciganas (CONCIG), do Alto Comissariado para as Migrações.

A pasta do Desenvolvimento Regional foi anteriormente tutelada por Maria do Céu Albuquerque, ex-autarca que assumiu esta secretaria de Estado em fevereiro deste ano e é agora a nova ministra da Agricultura.

Para a Secretaria de Estado da Valorização do Interior do novo executivo vai Isabel Ferreira, até agora vice-presidente do Instituto Politécnico de Bragança e diretora do Centro de Investigação de Montanha.

Isabel Ferreira, de 45 anos, é professora coordenadora principal, coordena o Conselho Científico de Ciências Naturais e do Ambiente da Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT- Portugal).

A nova secretária de Estado integra também o Conselho Consultivo da Fundação de Ciência – Flanders (FWO- Bélgica) e a Comissão de Peritos de acompanhamento dos programas-quadro europeus H2020 e Horizonte Europa.

Com uma vasta obra (livros e artigos) publicada na área científica, coordena vários projetos de investigação nacionais e internacionais, é avaliadora de projetos de investigação da União Europeia e de fundações científicas estrangeiras, e conta no currículo com a orientação de pós-doutoramentos, doutoramentos e mestrados.

A Secretaria de Estado da Valorização do Interior era ocupada no anterior executivo por João Paulo Catarino.

A ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa, foi presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro e um dos rostos no processo de reconstrução das casas destruídas nos incêndios de 2017.

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here