Há uma greve climática estudantil marcada para Torres Vedras
publicidade

Em Portugal a greve está a ser promovida e mobilizada através da Internet.

Dia 15 de Março de 2019, sexta-feira, pelas 10h30, Frente à Câmara Municipal de Torres Vedras, está marcada uma greve climática estudantil, enquadrada na Greve Global pelo Clima (Global Strike for Future).

Tudo começou quando em agosto de 2018, Greta Thunberg, jovem Sueca de 16 anos, decidiu fazer greve à escola todas as sextas feiras e manifestar-se frente ao parlamento sueco segurando o icónico cartaz: “GREVE À ESCOLA PELO CLIMA”. O seu objetivo era chamar a atenção dos políticos suecos para o urgente e efetivo combate às alterações climáticas.

A partir desta ação individual ganharam voz e atenção mediática muitos outros movimentos juvenis de ativismo em prol do clima, estes têm agido localmente para promover greves e manifestações com o intuito de obrigar os governos (nacionais e locais) a adaptarem uma postura séria e madura face às questões climáticas, ao invés do cinismo e da ligeireza com que rasgam os compromissos internacionais como o Acordo de Paris.

Em Portugal a greve está a ser promovida e mobilizada através da Internet ( https://greveclimaestudantil.wixsite.com/greveclimaticapt ).

Como disse Greta Thunberg, “Nós já temos todos os factos e soluções. Tudo o que temos de fazer é acordar, e mudar. Porque hei eu de estudar para um futuro que cedo vai deixar de existir enquanto ninguém faz nada para o salvar?” Qual é o objetivo de aprender factos no sistema escolar, enquanto os factos mais importantes são dados pelos melhores cientistas inseridos nesse sistema e claramente não são ouvidos pelos nossos políticos ou sociedade? (…) Se algumas crianças conseguem pôr machetes de jornal a circular pelo mundo inteiro, imagina o que podemos fazer todos juntos, se Tu quiseres.” ( https://en.wikipedia.org/wiki/Greta_Thunberg )

No Reino-Unido, EUA, Austrália, Alemanha, Argentina e outros países espalhados pelo globo os jovens têm pegado nas suas vozes e no direito à greve para gritar contra a destruição do ambiente e obrigar os lideres políticos a largarem a demagogia e meterem mãos à obra no que toca as questões da poluição, destruição de habitats naturais e aquecimento global.

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here