publicidade

O piloto português Henrique Chaves (Aston Martin) foi ontem segundo classificado da classe GTE nas 4 Horas de Imola, segunda prova da European Le Mans Series.

O piloto natural de Torres Vedras, que fez equipa com os britânicos John Hartshorne e Jonny Adam, partiu do 10.º lugar da grelha, conseguindo recuperar até ao segundo posto e assinar a volta mais rápida da corrida.

“Foi um resultado fantástico. Tivemos alguma sorte com as situações ‘safety car’, mas isso faz parte das corridas. O John evoluiu imenso desde Paul Ricard e hoje esteve muito bem, muito mais confiante no tráfego e num circuito mais complicado, uma vez que é estreito e não tem escapatórias de asfalto. O Jonny esteve muito forte, como é seu timbre e fez uma recuperação extraordinária. No meu ‘stint’ pude andar muito depressa, como prova a volta mais rápida da corrida que realizei”, comentou Henrique Chaves.

O piloto português explicou que “o carro estava muito bom” pelo que pôde “atacar”.

“Foi muito recompensador poder ser tão rápido e o resultado prova o bom trabalho que realizámos ao longo de todo o fim de semana”, sublinhou o português, que terminou a uma volta dos vencedores, os seus companheiros de equipa Ahmad Al Harthy/Sam de Haan/Marco Sorensen (Aston Martin).

Com este resultado, o português ascendeu à liderança do campeonato nesta categoria.

“Não esperávamos estar no comando do campeonato, mas isso demonstra a evolução que o John tem vindo a evidenciar e o grande espírito de equipa que existe na TF Sport. Estamos muito satisfeitos com este resultado, mas vamos continuar focados para podermos progredir e lutar para conseguirmos uma vitória o mais depressa possível”, concluiu Henrique Chaves, que foi 22.º da geral.

O vencedor foi o Oreca da Algarve ProRacing pilotado por John Falb, James Allen e Alexander Peroni.

A próxima ronda disputa-se em Monza, em 03 de julho.

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here