Hospital CUF Torres Vedras alarga serviço de Teleconsulta a diversas especialidades
publicidade

“De forma a garantir uma resposta cada vez mais eficaz às necessidades da população”, o Hospital CUF Torres Vedras alargou o serviço de Teleconsulta a diversas especialidades, segundo comunicado.

A partir de agora é possível agendar consultas em telemedicina nas diferentes especialidades, como Cardiologia, Ginecologia-Obstetrícia, Ortopedia, entre outras. A opção de teleconsulta, por videoconferência, está disponível desde o dia 24 de março, tendo iniciado com as especialidades de Medicina Geral e Familiar, Medicina Interna e Pediatria.

Face à atual situação de emergência de saúde pública, “a CUF está empenhada em desenvolver soluções que permitam continuar a dar resposta às necessidades da população e assegurar a continuidade dos cuidados de saúde aos doentes habitualmente seguidos nas unidades CUF”, evitando deslocações desnecessárias às unidades de saúde, sempre que a situação clínica o permita. 

Neste contexto é fundamental que os doentes recorram ao seu médico sempre que necessário, seja por teleconsulta ou presencialmente se tal se justificar, tal como alerta David Silvério Rodrigues, médico coordenador de Medicina Geral e Familiar no Hospital CUF Torres Vedras: “apesar do contexto de isolamento e distanciamento social que vivemos, as pessoas continuam a ter doenças e condições clínicas que requerem apoio e ajuda por parte dos serviços de saúde. Continuam a necessitar do seu médico e enfermeiro”.

“Aquilo que mais nos preocupa é a segurança das pessoas”, acrescenta o médico. A CUF Torres Vedras reestruturou os circuitos e os protocolos de atuação de modo a reforçar a segurança de clientes e profissionais na unidade de saúde e disponibilizou, ainda, a possibilidade de prestar cuidados de saúde remotamente, por teleconsulta  “o que permite diminuir as deslocações ao Hospital e, simultaneamente, dar resposta aos seus problemas de saúde. Por exemplo, muitos dos problemas crónicos já conhecidos, como a Diabetes e a Hipertensão, podem ser perfeitamente geridas com um contacto por teleconsulta. Claro que se considerarmos que a situação clínica justifica uma avaliação presencial pedimos que a pessoa se desloque ao Hospital para uma avaliação mais completa e com mais recursos”, esclarece David Silvério Rodrigues. 

O especialista alerta, ainda, para situações em que uma atuação rápida é decisiva para prevenir danos graves ou mesmo a morte do doente: “perante dor no peito, dificuldade a respirar ou falar, falta de força, hemorragias abundantes e queimaduras ou ferimentos graves, as pessoas não devem ter receio de recorrer aos hospitais ou mesmo ligar ao 112”.

Os clientes podem agendar teleconsultas para os médicos disponíveis nesta modalidade através do site, da app My CUF ou telefone. Para poderem realizar uma teleconsulta, os clientes devem assegurar que têm um dispositivo com câmara e microfone (smartphone, tablet ou computador) e ligação à internet. Em caso de necessidade, e após validação do seu médico, os clientes mantêm a possibilidade de agendar consultas urgentes e importantes de forma presencial. 

No site da CUF, encontrará todas as informações necessárias sobre como pode marcar e aceder a uma teleconsulta. 

publicidade

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here